Oi gente! *
Hoje eu trago para vocês mais uma entrevista da coluna "Entrevista com o autor", desta vez entrevistando o  T.F Portsan, um jovem mineiro que mora em Salvador há alguns anos, autor da trilogia Caçadores a ascensão das trevas.



Já repararam o quanto a nossa literatura está sendo cada vez mais aceita e divulgada ultimamente? Histórias fantásticas e escritores jovens, cheios de ideias bacanas estão ganhando um espaço incrível e merecido no mercado editorial, nas prateleiras das livrarias e nos nossos corações. É por isso que hoje eu quero apresentar a vocês o T.F Portsan, um jovem autor da série "Caçadores - A ascensão das trevas", livro que foi lançado no dia 13 deste mês, na Livraria Cultura, aqui em Salvador. Eu fui lá garantir meu exemplar. Confiram a sinopse do livro e, em seguida, a entrevista.

Existe uma passagem de fluxo intermitente entre o mundo humano e a dimensão fantástica, que torna esses dois universos uma única porção simbiótica, na qual criaturas místicas andam e vivem entre os humanos sem que estes percebam. Você não se admiraria se, numa noite escura, enquanto atravessa um parque deserto no centro da cidade, esbarrasse em um metamorfo sedento por sangue e destruição e, infelizmente, fosse atacado pela fera.É para evitar esses encontros que existem os Caçadores, homens e mulheres
dispostos a proteger e salvaguardar a espécie humana dos instintos animalescos que movem as criaturas da noite.Entretanto, uma batalha poderosa se aproxima e, talvez, nem mesmo os mais
corajosos Caçadores conseguirão triunfar sobre as trevas.

*.*.*

*"Caçadores - A ascensão das trevas" é o volume 1 da série de três livros. O que vamos encontrar nesse primeiro livro?


T.F PORTSAN: Exatamente. No primeiro livro, o leitor conhecerá a fundo o Clã dos Caçadores, a Sede, a sua rotina e parte dos responsáveis pelos rumos do enredo. Será apresentado, também, à história em sua essência, todos os segredos que foram guardados por anos e que agora estão à mostra para qualquer um que os deseje conhecer. É o livro introdutório. Costumo dizer que Caçadores – A Ascensão das Trevas é o manual para o leitor que, assim como nós Caçadores, deseja lutar ao nosso lado na guerra que se aproxima contra um inimigo muito poderoso.

*Quanto tempo até o texto ficar pronto?

T.F PORTSAN: Os relatórios oficiais, conforme manda O Manuscrito dos Ossos, são escritos desde a fundação do Clã dos Caçadores. Entretanto, a pedido do rei Daniel, que me designou para o cargo de relator da Sede, copilei o essencial de toda a história dos Caçadores e coloquei tudo nesse primeiro livro. Levei um ano para conseguir um material consistente e coerente. Entretanto, ao longo dos três anos seguintes, acrescentei partes de fundamental importância para a instrução dos novos Caçadores que lerão o livro, e retirei outros que, embora possuíssem igual importância, ainda não estão prontos para serem revelados.

* Você permitiu a influência de algum autor ou alguma outra história no processo de escrita?

T.F PORTSAN: Como sou um leitor compulsivo, há muito da forma dos autores que eu costumo ler na minha própria dinâmica de escrita. Entretanto, com o passar do tempo, você consegue alcançar uma maneira sua, uma identidade literária que se reflete no jeito como você posiciona palavra e orações, buscando tornar o texto o mais compreensível e limpo possível. Quanto à história, não. Ela sempre existiu. Existia antes de mim e você existirmos. O Clã dos Caçadores é uma sociedade secular que sempre esteve aí. Entretanto, devido aos últimos e urgentes acontecimentos, viu-se a necessidade de torná-la pública, pois, como diz o rei Daniel, o conhecimento dos fatos é a única forma de se alcançar a iluminação.

*Quais gêneros literários você costuma ler? Tem um autor especial?

T.F PORTSAN: Leio um pouco de tudo, justamente por ter amor pelo hábito da leitura desde muito pequeno. No entanto, meu estilo usual é a literatura fantástica, é o que mais toma o meu tempo e fascínio. Mas gosto também da literatura policial, de suspense e terror, que traz consigo muito da magia do mistério. Acredito que nem tudo precisa ser dito, e os livros de suspense policial têm muito disso, de trabalhar nas entrelinhas. Meu autor favorito é Dan Brown, para mim, uma sumidade quando o assunto é suspense e pontos de virada dentro do enredo.

*Você já está escrevendo a continuação de Caçadores? Tem previsão de quando pretende lançar a segunda parte da série?

T.F PORTSAN: Estou escrevendo, sim. A história não para. O Clã dos Caçadores está passando por momentos turbulentos que não tardam a atingir toda a humanidade. Estamos lutando para que os efeitos dessa tempestade que se aproxima sejam sentidos de maneira mínima pelas pessoas, para que não causem danos tão catastróficos. Se sairmos vivos dessa grande batalha, pretendo trazer para a superfície novas aventuras dos Caçadores em breve, mas ainda não há data para que isso aconteça, porque não há certeza alguma sobre o nosso futuro.

* E o processo de escrita, como se deu?

T.F PORTSA: Em 2008, quando fui encontrado pela Patrulha dos Sentinelas, o rei Daniel designou-me para o cargo de relator oficial do Clã. Daí, então, comecei a documentar toda a história dos Caçadores que eu presenciava diariamente na Sede. Quando Daniel pediu que eu tornasse tudo público, já havia um bom material para ser utilizado.

*Gostaria que falasse - brevemente - da história e por que você acha que o leitor vai gostar de fazer essa leitura.


T.F PORTSAN: A leitura de Caçadores – A Ascensão das Trevas é indispensável para aqueles que, assim como nós, estão dispostos a lutar contra um mal grandioso que se aproxima. Infelizmente, os portões para os Círculos Inferiores foram abertos e, em pouco tempo, as trevas serão capazes de dominar tudo o que vive sobre a face da Terra. Precisamos de voluntários que se alistem para fazer parte das nossas linhas de combate e que dividam do nosso principal objetivo: preservar as raças humana e fantástica. No entanto, para isso, aquele que pretende se juntar a nós precisa conhecer a nossa história através da leitura desse primeiro livro. Nunca se sabe quando um grupo da Patrulha dos Sentinelas, designado pelo próprio rei, entrará no seu quarto no meio da noite e convocará você para ser o nosso mais novo irmão Caçador. Melhor estar preparado.

É isso, gente! O que acharam da entrevista? E do livro? Contem-me tudo! Na próxima postagem trarei uma surpresa para vocês. Enquanto isso assistam o book trailer de Caçadores  A ascensão das trevas.


*Página da série de livros caçadores no facebook – LINK

*Compre o livro – LINK
*Página Oficial do autor - LINK

Encontro vocês logo, logo
Bjux do Dinho.

28 comentários:

  1. Não conhecia a série, achei bem interessante a sinopse.
    Adoro entrevistas com autores, conhecer um pouco mais de quem escreve essas histórias que nos fazem viajar em um outro mundo, quais as inspirações. Adorei as perguntas e respostas, o autor parece ser uma pessoa muito boa inteligente!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claris que bom que gostou. O Portsan é incrível e inteligente. Estou lendo o livro e amando.
      Bjão.

      Excluir
  2. Oi, Di!

    Que bacana a entrevista! Achei legal que o autor tipo que responde como se ele vivesse no mundo do livro, né? Bom, pelo menos eu entendi assim! hahahaha
    Ele é bem articulado também, escreve bem, então o livro deve ser muito bem escrito.
    Só não curti muito a capa, achei confusa, informação demais, mas isso é um mero detalhe! hahaha

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tami vc está certíssima sobre a maneira como ele responde a entrevista, issoé bem dinâmico. Espero que você possa ler, já tem ele no whatpadd, aproveite.
      Bjão.

      Excluir
  3. Heey!
    Adorei a entrevista haha, as suas perguntas e as respostas dele foram maravilhosas ^^
    O livro parece ser muito bom, eu curti muito a premissa!
    PS. Te indiquei para uma tag no meu blog =)
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é realmente legal e conhecendo melhor agora o que você gosta de ler posso dizer que poderia gostar da leitura.
      Um abraço.
      =)

      Excluir
  4. Entrevista leve, objetiva e super agradável. Até eu, que não gosto muito do gênero, me senti atraído pela obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uauu... que bom! Perguntas e respostas competentes. Boas leituras.
      =)

      Excluir
  5. Entrevista divertida e criativa, adorei a forma como o autor se inseriu na obra. Confesso que a história me parece semelhante aos Instrumentos Mortais... Mas não posso falar antes de ler... Veremos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ton eu nunca li instrumentos, então não tenho como comparar, mas quando puder leia o livro.

      Abração. =)

      Excluir
  6. Ainda não conhecia o livro, mas fiquei com muita vontade de ler. Gostei muito da entrevista e da forma como o autor respondeu as perguntas. Desejo muito sucesso ao autor.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silo livro é bem agradável, estou gostando de ler. Eu indico, viu!
      Eu e o Portsan agradecemos os elogios.
      Bjão!

      Excluir
  7. Entrevista divertida e criativa, adorei a forma como o autor se inseriu na obra. Confesso que a história me parece semelhante aos Instrumentos Mortais... Mas não posso falar antes de ler... Veremos.

    ResponderExcluir
  8. Estou tão animada com o fato de surgirem cada dia mais novos e bons Autores nacionais! Isso é muito incrível!
    Adorei a entrevista!
    Beijinhos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom mesmo, Alice! Que continue crescendo...

      Excluir
  9. Ele me pareceu uma pessoa muito simpática e divertida!
    Gostei muito da história, parece ser muito interessante e a capa é linda *-*
    Amei a entrevista!

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro esse tipo de post com entrevista com autores, porque eu gostaria muito de conseguir escrever uma história e saber um pouco mais sobre esse processo, de alguém que já publicou e já está no meio, é muito interessante. Suas perguntas são boas, como a se houve influências.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ágata! Que bom que gostou! =)
      Entrevistas realmente são boas pra esclarecer muitas coisas, por isso foco muito no livro e no processo de construção.

      Bjão.

      Excluir
  11. Ooiee, adorei a entrevista, o livro parece ser muito bom. Amo fantasia!!! Sem contar essa capa perfeita. O book trailer também ficou demais, mega misterioso. Ameeei, sucesso para o autor. Beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda! Muito instigante, né?
      Uhuuu... Obrigado.
      Bjão.

      Excluir
  12. Oi Diego!
    Faz um tempão que eu não venho aqui e voltar vendo uma entrevista tão legal é muito bom. Parabéns pela entrevista, as perguntas foram ótimas!! Sucesso ao autor!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, quanto tempo! Por onde andas? Senti sua falta por aqui.
      Obrigado pelo elogio e um obrigado pelo autor.
      Bjão.

      Excluir
  13. Que entrevista criativa, adorei!!
    O autor parece ser bem simpático e que bom que ele já está escrevendo a continuação :)
    Ps. Estou seguindo twitter e instagram, se quiser retribuir ajudaria muito!!
    Um abraço!

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bah! O Thiago é um cara ótimo. Inteligentíssimo e competente na escrita.
      Um Abraço.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Olá Dinho.
    Achei a capa muito bonita e a história interessante, mas fiquei triste de saber que o primeiro é mais introdutório porque não gosto muito, me cansa rápido. Mas posso dar uma chance com certeza.

    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne! Eu realmente incentivo a leitura,viu. Espero que leia quando possível.
      Um bjão.

      Excluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"