Meu pai tinha os cigarros e minha mãe, o vinho. E eu, bem, eu tinha você.

Olá! Hoje é dia de A verdade sobre nós e minhas opiniões sobre o livro. Vem comigo!


***

Bennet não sabe, mas Madelyn tem apenas 16 anos e saiu do ensino médio direto para a faculdade, onde cursa algumas matérias para participar de um programa para jovens talentos. Mas isso tudo foi influência dos pais, sabe? Ela não quer nada disso. A família sempre planejou tudo e ela deve seguir as regras e alcançar a perfeição sempre. Mas agora que se apaixonou pelo seu professor de biologia e descobriu que é correspondida se depara com um grande problema: se contar sua verdadeira idade o romance jamais poderá acontecer, portanto, Bennet não sabe, mas Maddie – como também é conhecida -, a garota oito anos mais nova que ele, não vai revelar seu segredo.

Sei que, quando eles lerem isto, talvez pensem que você planejou tudo. Mas espero que lembrem que estávamos em um campus da faculdade e que você achava que eu tinha dezoito ou dezenove anos, a idade de todos os outros.pág.14.

  Até onde Maddie conseguirá omitir sua verdadeira idade? Até quando pretende escondê-la de Bennet? Que rumo essa história poderá tomar após a descoberta da grande farsa?

O livro A verdade sobre nós foi lançado em 2014 pela Editora Intrínseca e aborda um assunto que se pode dizer polemico para a sociedade, mas bonito para os amantes da literatura. Polêmico porque o enredo nos mostra o relacionamento entre professor e aluna, em que é evidente a grande diferença de idade entre os dois; bonito porque há todo um brilho nas grandes histórias proibidas, escritas de maneira poética para os amantes de uma leitura dramática.

A narrativa é em primeira pessoa, é contada em forma de carta que é escrita pela personagem Madelyn Hawkins, endereçada ao professor Bennett Cartwright. Nela a garota conta a verdade sobre tudo o que aconteceu entre os dois, afim de que alguém a encontre e prove a inocência de Bennett. O formato epistolar insere o leitor de forma divina no contexto da história. Dessa forma podemos vivenciar cada momento e conhecer melhor os motivos e razões para as ações dos personagens, sentindo o amor que é depositado nas linhas daquele papel. Nesse momento somos nós a personagem e estamos, então, escrevendo aquela carta. É um livro poético e bonito, que tenta quebrar barreiras impostas pelo preconceito na sociedade.

Maddie é doce, mas assumiu um papel egoísta demais o que me deixou chateado com ela por um bom tempo. Ela vive insatisfeita com o controle da família que não a deixa decidir o rumo que quer dar a sua vida. No entanto, encontra a chance de ser ela mesma ao lado do professor Cartwright que, por sua vez, é um rapaz educado, romântico, apaixonado pelo que faz e gentil.

A autora soube criar uma narrativa simples, que mesmo entregando o final da história desde o começo nos leva a torcer e a esperar que alguma reviravolta faça com que tudo dê certo no final. Haverá perdão? Será que Bennett ainda ama Maddie?

A verdade sobre nós nos mostra um texto claro e fácil. Tem o tipo de narrativa que o leitor viaja e não sente o tempo passar. Além disso, tem um enredo cativante, que mesmo exagerando com uma dose desnecessária de drama, em algumas passagens do livro, não faz dele uma história chata, embora também não seja o tipo “best-sellers”.

É um texto sobre decisões a serem tomadas, erros e acertos presentes na vida de alguém que está apenas tentando encontrar seu caminho. Um retrato de onde o egoísmo pode nos levar e um incentivo a seguir em frente.

Sim, eu chorei! Sim, eu fiquei aflito muitas vezes. E sim, eu indico a leitura. Vale apena!

Então, para você, para mim, para eles, aqui está: A verdade sobre nós. Pág.8.

Boa “viagem” a todos.
Encontro vocês logo, logo.

Bjux do Dinho .

26 comentários:

  1. Heey!
    Eu gosto muito de livros polêmicos. Creio que irei adorar essa maravilhosa história escrita pela Amanda ^^
    Abraços =D
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eii, Gui! Leia sim, é uma leitura gostosa,você nem vê o temo passar. E quando ler me diz o que achou, OK?

      Abraço =)

      Excluir
  2. Olá, Diego! Primeiramente, amei seu blog. Nunca tinha lido algo sobre esse livro, até chegar em seu blog me deparar com uma resenha dele e você me convencer a lê-lo hahaha. Acho que eu irei gostar, pelo menos, da premissa do livro (que parece, de certa forma, clichê e intrigante).
    Beijos!
    Espero você no meu blog; http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari! Q felicidade sua visita e seu elogio! Eu gosto muuuito do Apenas uma leitora também. Espero que leia AVSN, alguns clichês valem a pena.

      B-jão.

      Excluir
  3. Oi Diego! Tão bonito ler uma crítica de um garoto se abrindo assim, dizendo que ficou emocionado! Pode até parecer estranho, mas ainda é raro resenhas assim emotivas de meninos! E amei a sua! Parabéns! Grande Beijo!
    Paula Juliana - Overdose
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/06/resenha-quando-o-amor-e-o-destino-se.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula! Que comentário bom de ler *---* Fico feliz que tenha gostado da resenha. Obrigado pelo carinho de sempre.
      Bjão.

      Excluir
  4. Gente, não conhecia esse livro.
    Adoro paixões proibidas...e eu tenho um relacionamento com uma pessoa bem mais nova que eu, e digo que as vezes é bem difícil lidar com alguns comentários, sei lá, acho que me identifiquei! :)
    Ótima resenha, e super me deu vontade de embarcar nessa leitura!

    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice?
    http://www.oquedissealice.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mah, super indico! Acho que você vai gostar. Me avisa quando/ se ler.
      Bjux.

      Excluir
  5. Oiee,
    Amo essas histórias, pois parecem se tratar em simples situações e com bons desenvolvimentos.
    Gostei muito da dica ;p
    Beijinhos Screepeer
    screepeer.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica a dica então, espero saber sua opinião sobre ele depois. Bjão.

      Excluir
  6. Eu definitivamente vou ler, me interesso por temas assim e quero saber o que irá acontecer no encerramento do livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente determinada e meu carinho eterno! =) Super apoio a leitura. B-Jão, leitora.

      Excluir
  7. Oi, Diego!
    Gostei da proposta do livro, não conhecia a premissa dele, apesar de já ter conferido a capa diversas vezes. Entretanto, ainda que interessante, não é um livro que me desperta tanta curiosidade.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sofia, sei como é.
      Boas leituras. Bjão.

      Excluir
  8. Oi Diego!
    Se tem lágrimas, é comigo mesmo. Quero ler e já coloquei na minha lista.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra você é das minhas. Lágrimas, livros e histórias tocantes, amo!
      Quando ler me diz oque achou.
      Bjux.

      Excluir
  9. Oi, Diego! Tudo bem? Eu sempre via esse livro por aí, só que nunca tinha parado para saber mais sobre a história da obra. Gostei da premissa de A Verdade Sobre Nós e da forma como o livro é narrado e espero (muito) ler este livro em breve! *-* Adorei a resenha!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho leia! Leia e faça uma resenha linda como você sabe bem.
      Um abraço.

      Excluir
  10. Oi Diego!

    Acho a capa desse livro LINDA!
    adorei sua resenha, quero ler sim o livro.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um amor a capa, não é, Cíntia? A capa internacional também é linda. Boa leitura e espero que goste do livro.
      B-Jão.

      Excluir
  11. Adorei a resenha Dinho!
    Quando este livro foi lançado e li a sinopse de cara fiquei interessada pela premissa mas tive uma impressão de que não iria gostar ne um pouco da protagonista, não sei, foi tipo antipatia de cara sem nem ler o livro, faz algum sentido? hehehe
    beijinhos
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice ambas as as capas (internacional e nacional) são lindas. A história também é convidativa, mas, de fato, a protagonista ao mesmo tempo que é um amor, se torna tão egoísta, o que faz dela irritante, às vezes.

      Mas eu juro que te indico a leitura.
      Bjão.

      Excluir
  12. Oiiiie! Ameu essa frase principal que você colocou!
    Bom, o enredo do livro já me é familiar pois já li vários livros com esse tema, gostei muito da capa! Não sei se leria ele. Mas adorei sua resenha!!

    Beijão da Lari <3
    Brilliant Diamond | Fan Page | Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, obrigado. Aceito dicas de histórias com esse tema. Um bjão.

      Excluir
  13. Que mimo esse livro, adorei.
    É daqueles que já me prendem só com o nome e a capa :3
    Da uma passadinha no meu blog?
    Segue se gostar?
    http://www.theworldoflena.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele me prendeu inicialmente pelo nome e capa mesmo. Um amor.
      Visitarei seu blog, sim. Um bjão.

      Excluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"