Oi, gente!
.♥.
♥.♥.

Voltei para dar continuação àquela postagem sobre o que fazer nas férias. Lembram? Já assisti muita coisa, já li, já escrevi, já fotografei... Até pratiquei o desapego, afinal prometi que esse ano meu passado ficaria guardadinho lá no baú das lembranças e as ‘sofrências’ não me abusariam mais. Que assim seja - amém!

Para algumas pessoas as férias estão chegando ao fim, porém, para mim só acaba após o carnaval – e tenho certeza que tem muita gente nessa situação também. Sendo assim, perdão pelo atraso da postagem e vamos aproveitar.

Que tal...? #2

·    Fazer guerra de travesseiro: Faz o seguinte: liga para Maria, pro João, Pedro, José e chama todo mundo pra passar uma noite em sua casa. Só aqueles amigos do peito, o tipo que a gente não abre mão. Cada um contribui com algo (pipoca, refrigerante, brigadeiro) e vão curtir um bom papo ou assistir a filmes juntos. Mas... Tem que rolar a velha briga de travesseiro pra extravasar! É libertador! Meu Deus, como é! E fazer essas algazarras com pessoas queridas não tem preço.

·    Escreva algo: Sabe por que vale a pena escrever uma cartinha, uma poesia ou um segredo? Porque é sempre bom colocar pra fora sentimentos bons ou sentimentos incômodos. Se estiver triste, escreva sobre isso; se algo te incomodou durante o passeio das férias, escreva a respeito disso. E se tudo foi maravilhoso também conte e deixe guardado esse momento. Se preferir recorte uma foto e coloque juntinho.

·    Comer gordice: Tem gente que vai querer me matar depois dessa, mas, gente, pense comigo: doce é doce! Sorvete, brigadeiro, pirulito, um piquenique com tudo isso não pode faltar. E não é algo que pra fazer todos os dias, por favor! Mas algumas vezes na semana um doce poderá adoçar sua vida.


·    Fazer uma viagem: Viajar é uma das melhores partes das férias, não é?! Concordem comigo, ‘plis’! Conhecer outro estado, outro, até mesmo viajar para outras cidades dentro da capital é enriquecedor. Então, sugiro que façam uma lista dos lugares que pretendem ir, antes de pegar estrada – ou vôo – e se deliciem com as maravilhas que podem encontrar por esse mundo. Uma boa música pra embalar a viagem, um bom livro na mala – porque não pode faltar – e uma visita aquele museu especial, ir aquele show que está rolando na cidade e cantar muito alto pra viver e aproveitar o momento. Cada momento é único, por isso viva-o de maneira intensa.

·    Curtir o amor da família: E eu não preciso falar muito nessa parte! A família é a base para tudo e por mais que passemos um ano inteiro ao lado dela, é preciso reservar aquele momento carinhoso em que os íntimos sentam no sofá para rir, conversar e relembrar o passado. Porque quando bate o cansaço ou qualquer outro tipo de incomodo é lá que encontraremos o combustível necessário para repor as energias. Aproveitem para ver fotos antigas juntos, conhecer as histórias dos avós, do pai, da mãe... Você vai aprender muito com isso. E se divertir também.

·    Balada com os amigos: Porque dançar faz parte e o corpo pede! Que tal aquela festa na casa da amiga, numa boate – para quem curte – ou uma música ao vivo num barzinho? A noite está aí e é para ser aproveitada com muito cuidado e responsabilidade, sem beber muito e, se beber, não dirigir. Fazer a festa e festejar.

Mais uma vez espero que tenham gostado da postagem. Sei que há muitas e muitas coisas, além dessas, que se pode fazer nas férias, inclusive eu sou a favor de aproveitar o máximo. Porém, vamos curtir com responsabilidade, nos deixando envolver pelo amor e pela paz, pois, acima de qualquer coisa, são esses dois sentimentos que nos movem e fazem de cada momento um lugar lindo e especial. Boas férias – ou restinho de férias – a todos e continuem lendo muito.

Bjux,
Diego França*
 ©2015





4 comentários:

  1. Eu estou na lista de pessoas que voltam à vida normal na próxima segunda, mas espero ter tempo de cumprir ao menos alguns itens dessa lista até lá ♥

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Adorei as dicas, uma pena que minhas férias estão acabando!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Sim, guerra de travesseiros é verdadeiramente libertador, mas ninguém quer fazer isso comigo. Não sei, mas acho que vou atingir meu namorado com um travesseiro e ver o que acontece, no máximo eu vou perder a guerra.

    Uma dica que ameeeeeeeeeeeeei dessa sua lista é o fazer Gordices, porque desde que descobri a intolerância a lactose, eu tenho me arriscado na cozinha e eu já fiz: bolo de banana com granola e bolo de chocolate sem lactose pronto (esse eu comprei ele no mercado, sabe aqueles semi prontos?). Eu to adorando ser a louca da cozinha haha.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  4. Diego, comer gordices é a minha cara!!!! Amooooo.... Curtir a família então? Não existe lugar melhor para se estar!

    Indiquei seu blog para responder a uma tag: http://www.citacaonumclick.com.br/2015/02/tag-liebster-award.html

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"