Vou ser bem direto nessa postagem. Ainda estou na correria de final de semestre na faculdade e o tempo está escasso.
Estava lendo “Ana e o beijo Francês” e confesso que esperava bem mais do livro. Realmente não foi dos melhores que li nesse ano (em minha opinião). No entanto, teve algumas partes que amoleceram meu coração e me encheram de emoção. Por isso, nesta postagem, farei algo diferente. Ao invés de escrever uma resenha, vou reescrever passagens e frases do texto que despertaram minhas emoções.




Étienne: Estou me teletransportando para Atlanta [...] Nós só andaremos. E continuaremos andando até que o resto do mundo deixe de existir.
Anna: Eu não queria dar uma de rainha do drama quando seus problemas são piores do que os meus. Desculpe.
Étienne: Meu dia foi chato. O seu dia foi um pesadelo. Você está bem?
Anne: Eu estou bem. Só estou feliz em ter você para conversar.
Étienne: Isso significa que posso te ligar agora?
Cap. 28, pág. 189/190


“É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar?” (Anna) Cap. 29, pág: 195
“Como posso ser tão estúpida? Como posso ter acreditado, por um momento, que não estava apaixonada por ele?” (Anna) 


“Nossos olhos se encontram e ele vai abrindo um sorriso vagaroso. Meu bate cada vez mais rápido. Quase lá. Ele coloca o livro de lado e se levanta. E então este – o momento em que ele diz meu nome – é o momento em que as coisas mudam.” (Anna) 

“É simplesmente assim, eu tenho que me segurar para não chorar pela terceira vez. Porque mesmo com toda a estranheza e hostilidade entre nós, ele ainda me considera sua melhor amiga.” (Anna) 


“Ele é tão bonito, tão perfeito. Estou tonta. Meu salta, meu pulso acelera. Inclino a cabeça para frente e ele faz o mesmo movimento em direção à minha cabeça. Ele fecha os olhos,  Nossos lábios se encostam levemente.
- Se você me pedir para te beijar, eu te beijo – Ele diz.
Os dedos dele apertam a parte de dentro do meu pulso e arrebento em chamas.
-Beije-me – digo.
E ele me beija.



(Étienne) - Eu tenho de me mudar.
(Anna) - [...] Por causa da sua mãe.
(Étienne)-  Por causa de você. Vou estar a vinte minutos da sua escola e vou viajar toda noite para vê-la. Eu viajaria dez vezes a distância só para estar com você toda noite.”


A última frase do livro é maravilhosa, mas... Não cabe  escrever aqui e estragar a surpresa (risos). Até a próxima postagem, people!


Bjux/Abraços.

Informações:
Livro de Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

3 comentários:

  1. Bah eu adorei o livro pena que você não gostou, mas tem partes que realmente ficamos só suspirando mesmo. Mas ai St. Clair é mega lindo, gato e gostoso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Minha prima Luh ↑ fala superbem desse livro! Na verdade ela fala superbem de quase todos ¬¬' . Mas ela disse que esse é superfofo. Adoro livros superfofos! kk'. Estou lendo "Julieta Imortal" mas vou confessar que aquele livro está dando um certo nó na minha cabeça kk'.

    P.S: Passei também pra avisar que diminui um pouquinho o link do blog kk'

    Beeijos'*
    www.bloglendoeaprendendo.blogspot.com *--* (Me inspirei no seu link kk')

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, mas acho que soltou alguns spoilers rsrs'
    Eu amei esse livro, achei perfeito *-*
    St. Clair ♥♥
    sahush'
    Beijos
    Geê - algodisso.blogspot.com

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"