Olá você,
que assim como eu é fã declarado da Sarah Dessen e reconhece as situações e personagens cruelmente reais dentro de suas narrativas. Um dos motivos pelos quais ela é uma das autoras de maior sucesso dentro da literatura jovem adulta contemporânea está para sua escrita de fácil compreensão e atreladas a isso estão as tramas que retratam o grito abafado presente nos lares das famílias de qualquer lugar.

Só escute é o sexto livro da autora publicado no Brasil, sendo o terceiro com os direitos cedidos à Editora Seguinte - Os Bons Segredos e Uma Canção de Ninar também estão presentes no catálogo - e também traz como características as problemáticas existentes nas grandes famílias, com foco no período da adolescência dos personagens.

★★★

Em Só Escute você vai conhecer Annabel, a terceira de três irmãs modelos, que vive se escondendo e silenciando suas vontades e opiniões. No verão passado ela estrelou um comercial em que vivia a típica garota que tinha tudo na vida, mas agora que o ano letivo começou e Annabel teve que voltar para a escola, a garota se depara com uma grande solidão. Isso por conta de um acontecimento na festa de encerramento do ano letivo, um mau entendido que custou sua imagem perante seus amigos e colegas de escola, além de um grande pesadelo. No entanto, em meio ao caos em que a vida da adolescente se transformou surge Owen, o típico garoto estranho da escola, que vive escutando música, traz cor para a sua vida e a faz ver coisas que até então não via. Com a amizade e a convivência com o garoto, Annabel irá descobrir muito sobre ela mesma e poderá finalmente dizer tudo o que precisa para ser quem realmente é. 

Um dia cheio, uma nova amizade, um apoio, uma canção que poder mudar tudo. 

Drama familiar, drama adolescente, amizade, violência sexual e distúrbio alimentar são temas presentes na trama em primeira pessoa. Com uma narrativa não linear (apresenta flashes do passado a todo o momento), Sarah Dessen escreveu uma história que é como um retrato da realidade, um "chamar atenção" para o que acontece em silêncio dentro de casa e dentro de um adolescente, que muitas vezes se cala sofrendo com seus medos e traumas; vazios e solidão.

Annabel é uma adolescente contida, que não se sente feliz com o trabalho de modelo. A garota faz de tudo para não desapontar a mãe, por isso aceita fazer fotos e desfile. Mas no fundo não quer nada disso, porém não sabe como falar: entre não magoar a mãe, alimentar seus desejos e jogar tudo para o alto ela sempre fica com a primeira opção. Até que conhece o destemido Owen, que com toda sua graça, suas surpresas e sua sinceridade acaba inspirando a menina a soltar sua voz e dizer o que pensa, o que quer. Aos poucos Anabel vai aprendendo a lidar com suas reais vontades, com o problema alimentar da irmã do meio, com a "ausência" da mãe (que embora esteja presente o tempo todo não busca saber o que se passa na cabeça da filha mais nova), a falta da melhor amiga, o olhar atravessado dos colegas de escola e um segredo doloroso que voltou a perturbá-la com força.

A trama de Só Escute não deixa a desejar em nada em relação as anteriores, a não ser pelo casal da história e a protagonista em si. A justificativa para a personalidade da garota é aceita, mas um tanto exagerada e isso faz dela uma garota nada "atraente", sem carisma, sem graça alguma e muitas vezes irritante. Owen também, apesar de ser independente e levantar o humor da dela, também não é um personagem forte e marcante. Na verdade, todos os personagens dessa história não são fortes o suficiente para serem inesquecíveis. E por falar em personagens marcantes, o leitor vai se deparar com a presenta de um casal já conhecido dos leitores de Sarah, que com uma breve aparição é capaz de empolga-los facilmente.
"Para encarar a verdade, você precisa estar disposto a ouvi-la."
Sobre a narrativa de Sarah Dessen é algo indiscutível e a tradução de Alessandra Esteche não deixa a desejar, não tira o brilho do que foi escrito. A presença de situações vividas pelos adolescentes, como por exemplo a pressão sofrida pelos colegas, a vontade desenfreada que muitos têm de ser popular e as consequências (perdas) que isso traz está presente, sendo muito bem representado. Mas é a situação de abuso sexual que choca, não por ser uma surpresa na narrativa (porque não é e está bem na cara), mas pelo trauma que isso deixa numa pessoa e pela mensagem que merece ser escutada.
"Eu estava começando a perceber que o desconhecido nem sempre era o que mais deveríamos temer. As pessoas que nos conhecem melhor podem ser mais perigosas, porque suas palavras e seus pensamentos podem não apenas ser assustadores, mas verdadeiros." (Pág.: 66)
Embora os personagens não se apresentem tão agradáveis e marcantes, a trama de Só escute vale a muito a pena. Retirando os momentos de exagero na personalidade da protagonista e as cenas um tanto caricatas, em alguns momentos, o livro tem uma mensagem que vale a pena e uma narrativa que não vai deixar você com a sensação de tempo perdido, muito pelo contrário.

Um Bju meu
e até mais







18 comentários:

  1. Oi Diego! Eu adoro suas resenhas e sempre saio daqui querendo ir no site da Amazon comprar o livro haha. Eu tenho MUITA vontade de um livro da Sarah e sempre acabo deixando passar as oportunidades. Mesmo você comentando sobre o fato dos personagens não serem tão marcantes, me interessei muito sobre, pelos temas que ele trás. Tenho achado muito importante essas discussões nos livros, porque estamos vivendo o momento de trazer tudo isso a tona!
    Como sempre, amei a resenha, adorei os quotes que escolheu e as fotos! Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Diego!!
    Adoro suas resenhas e as fotos que você partilha conosco.
    Eu só li um livro da Sarah que foi Uma Canção de Ninar e confesso que demorei um pouquinho para me empolgar pela história. Depois disso coloquei a autora na "geladeira" até surgir uma história que tivesse realmente vontade ler. Eu gostei dessa capa e até tinha me interessado em ler, mas saber que os personagens não são tão marcantes assim me desempolgou!!
    Parabéns pela resenha!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dih!
    Confesso que até essa resenha não queria muito ler esse livro, mas vi ali a lista de assuntos que a autora aborda e decidi que vou ler sim!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Olá Diego!!
    Tenho esse livro já há algum tempo mas nunca tive vontade de pega-lo para ler, e agora percebo que estou perdendo tempo. Acredita que eu nunca li nada da autora? Mas agora depois da sua resenha irei tomar vergonha na cara e irei ler pois fiquei muito, muito curiosa.
    Alias ótima resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada pela indicação, vou por esse livro ta na minha wish list quando eu tiver a oportunidade vou compra-lo. A premissa da história me chamou a atenção e parece ser diferente de tudo que eu leio. Espero gostar também!!

    ResponderExcluir
  6. Olá, boa tarde.
    Parabéns pela resenha!
    A história me pareceu bem interessante, vai para a minha lista de desejados com certeza!! rs

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da autora, mas tenho uma grande curiosidade, parece que esta autora tem uma escrita que vai muito de encontro ao meu gosto, acho que os livros dela ainda não foram publicados em Portugal, mas tenho os ebooks em português do Brasil.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  8. Oi, meu rei

    Eu quase solicitei esse livro, quase, mas aí lembrei que não curto YA. Hahahaha
    Deve ser muito frustrante viver em função dos desejos de outra pessoa, deve ser interessante acompanhar como Annabel lida com tudo isso.
    Não sabia que o livro abordava temas fortes como violência sexual, acho digno. Isso não pode deixar de ser discutido nunca.
    Adorei as fotos! <3

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Oi
    que bom que gostou, mesmo não tendo achado o casal tão atraente, eu gosto dessa história e confesso que preciso reler, a minha edição é uma que foi publicado pela Farol Literário e foi o primeiro que li da autora.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Primeiro parabéns pela resenha. Muito bem escrita, com a crítica muito bem feita, delineada. O livro parece ser daqueles que tem um grande potencial com os elementos que foram disponibilizados, porém não alcançou apesar de tudo, todo seu esplendor. Sendo no fim, um bom livro, nada mais que isso. Grande abraço.
    www.unalome.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Diego!
    Que pena que os persongens não são tão marcantes. A história, certamente, teria mais impacto caso eles fossem mais carismáticos, ainda mais porque os temas parecem bastante pertinentes.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro ler um drama,acho muito bom.Adorei sua resenha,vou procurar o livro e ver o que acho!bjo

    ResponderExcluir
  13. Oie!

    Ainda não li nenhum livro da Sarah, apesar de lembrar que quando os livros dela começaram a ser lançados( acho que pela antiga editora ID), lembro de me interessar por alguns. Achei interessante o enredo, principalmente por ter distúrbio alimentar e mesmo vc não gostando da personagem rs. Só fiquei na dúvida se é uma sequencia, mas me pareceu que não.

    A foto ficou ótima!

    Bjs!
    https://livrosefeminices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, td bom?
    Não conheci nem o livro e nem a autora. Mas acabei por ficar interessada pelo jeito q vc escreveu a resenha. Sim, jeito de escrever resenha q pega o jeito de jeito hehehe
    bjs

    Dê uma olhadinha no meu blog e redes sociais! ❣
    Instagram | Blog | A Color Story com o filtros de graça!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Di.
    Até li somente "Os Bons Segredos" da Sarah Dessen, mas eu achei uma leitura extremamaente deliciosa. Tenho vontade super de ler esses outros dois títulos que você citou, publicados pela Seguinte, mas... uma coisa que me chamou atenção sobre seus comentários do livro e que, posso estar errando muito em dizer, mas parecem característicos da escrita da autora, falo isso com relação a uma ótima trama, porém personagens não tão ótimos assim e situações exageradas. Senti isso na leitura de Os Bons Segredos e você, aparentemente sentiu isso aqui também... Mas, de qualquer forma acho que são leituras que valem a pena.

    Bjs*.*
    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir
  16. Queeee resenha mais bem escrita gente, que amoooor <3 Amei. Já havia ouvido falar nesse livro, porém não tive a oportunidade de ler. Irei conferir futuramente!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?

    Ainda não li nada da autora, mas sempre ouço muitos comentários positivos em relação a escrita da mesma, que dizem ser fabulosa. O livro me pareceu ter uma trama interessante, principalmente pelos temas abordados que são bem atuais e pouco trabalhados. É o tipo de livro que estou acostumada a ler e por isso mesmo, vai para a lista!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Não sei se foi tua resenha ou se o livro é realmente bom, mas senti vontade de ler! Adorei tua escrita e o layout do blog.

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"