Olá, você que adora boa leitura, narrativas leves e assuntos polêmicos e necessários. Fera tem tudo isso, e tem romance também, além de um choque de realidade e um convite para amar ao próximo e o que ele carrega dentro de si. Não somente observar e julgá-lo pela imagem que você vê por fora.

E se você não é um desses, esse livro também é para você. Porque a gente nunca pode desistir de ser uma pessoa melhor.

O livro Fera, escrito pela autora Brie Spangler, traz uma história de descobertas, de aceitação e de superação. Ela não apresenta Dylan, um garoto que não é "comum" em relação a maior parte dos garotos de sua idade. Com apenas 15 anos o garoto é corpolento, tem quase dois metros de altura e muitos pelos no corpo (o que lhe rendeu o apelido de Fera). Um dia Dylan conhece uma garota no grupo de apoio para adolescentes, durante uma terapia. A garota se chama Jamie, é linda e parece não se importar nem um pouco com a aparência dele.  No entanto, ele não sabe que Jamie também não é como qualquer garota, o tipo "aceitável" na sociedade. Ela é transgênero: se identifica com o gênero feminino, embora tenha sido designada com o sexo masculino ao nascer. Agora o grande desafio de Dylan é decidir se esconde ou não seu sentimentos. Ele tem que escolher se vai deixar o medo  dos que os outros vão pensar interferir na sua vida ou se vai tentar vencer seus preconceitos para seguir seu coração.

Em Fera um dos temas centrais é nada mais nada menos que a auto-aceitação. Já que o mundo se abre quando nos abrimos para nós mesmos, nos aceitamos como somos, um dos grandes aprendizados que Dylan vai ter é como aceitar seu jeito de ser. Outro ponto importante: o preconceito. Ninguém está livre disso, nós sofremos com o preconceito, mas também somos preconceituosos em alguns momentos e é importante que saibamos lidar, controlar e moldar isso. Porque quando o preconceito atinge o outro isso acaba sendo um grande problema. E aqui temos esses problemas também, através das agressões (verbal e física) que os personagens sofrem.

"Quando sua aparência é o oposto da imagem que a pessoas tem de inocência, sem qualquer sinal de olhos arregalados ou bochechas de querubim, você acaba suspirando  e dando de ombros com bastante frequência."

No enredo o leitor vai encontrar um assunto polêmico: a transexualidadade. A personagem Jamie, é uma garota linda, adora fotografia, tem seus problemas, mas está o tempo inteiro em busca de liberdade para ser quem ela é, sem ser apontada ou agredida por isso. Quanto a isso a garota é muito bem resolvida. E é representada de uma forma linda e cheia de vida. Como uma pessoa forte que luta pela felicidade e pela liberdade - a luta diária dos transexuais no nosso país, embora nem todas tenham o mesmo apoio que Jamie tem, vale ressaltar*.

A narrativa de Spangler é sublime. Comecei a leitura e quando vi estava muito além do que eu imaginava. Tudo porque a escrita é fácil, tranquila e dialoga perfeitamente com o publico alvo.  livro é narrado em primeira pessoal, então podemos conhecer melhor o Dylan e suas perspectivas não só em relação ao ambiente escolar, como também familiar. Há uma lacuna muito grande deixada pelo pai do personagem e que atinge não só a ele como também a família. E a construção familiar é muito bem descrita e real na história.

"Sinto como se estivesse presa neste mundo onde não sei o que é verdade. Quando estou com você, só vejo as coisas boas e fico cega demais para ver as ruins."

O que é beleza para você? Um rosto perfeito uma pela limpa, cabelos lisos e olhos verdes? Sim, isso é beleza, mas não é a única que um ser humano tem. Em meio a tanta futilidade, a autora desenvolveu uma narrativa onde mostra que a beleza está no olhar terno de alguém, em dar as mãos e acolher o outro também. A beleza que a gente carrega na nossa essência é um grito abafado na maioria das vezes, mas que berra nessa história. Ser livro é belo, ser feliz é belo, olhar o outro com solidariedade, estender a mão, abraçar quem precisa e acima de tudo respeitar é belo.
Fera é apena sum detalhe, um adjetivo dado para aquilo que a gente vê do lado de fora. Mas já parrou para pensar quantas feras lindas perdemos a chance de conhecer? Quantas pessoas brilhantes já passaram por nossas vidas e nem sequer demos a chance de saber seu nome por pura vaidade ou preconceito?  


Fera pode ser considerado um conto de fadas atual, que aposta na representatividade, que aborda temas necessários para o desenvolvimento de um adolescente, de uma criança e até mesmo de mentes limitadas de alguns adultos. Tem uma história que assim como nos grandes contos de fadas apresenta um final feliz, não somente porque talvez o romance deu certo, mas porque nos apresenta caminhos que nos levam a conquistar a liberdade que e nossa por direito. A liberdade que vai te dizer o tempo inteiro que você "seja quem você realmente é".


*A realidade de Jamie, apesar de todo o preconceito que sofre não mostra a terça-metade do que rapazes e meninas transgêneros sofrem todos os dias no nosso país ou fora dele. A realidade psicológica é abalada demais e boa parte dos casos e as agressões também são constantes. Nem todas as famílias também sabem lidar com isso como a família da personagem.

Bjux,





7 comentários:

  1. Ahh deve ser lindo esse livro, e tudo que envolve assuntos polêmicos eu gosto kkkkkkkkk e se for imaginar dá para ter noção o quanto o Dylan sofreu com o preconceito.....rsrs gostei!

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  2. Oi, Di!
    Eu ainda vou ler esse livro. Li um outro que também trata de transsexualidade e gostei bastante.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro essas releituras de contos de fadas, fiquei curioso! Adorei o que você pontuou no final, queria que livros como esse trouxessem uma abordagem diferente às vezes, é importante.

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  4. Que capa incrível! Esses livros com temáticas que são vistas como tabu me chamam tanto a atenção. Fiquei com muita vontade de ler porque gostei muito do post e da ideia do livro <3

    Beijo,
    ahamare.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Estava louca para ler uma resenha desse livro, porque ele me deixou super curiosa desde que foi lançado, mas ainda tinha dúvidas sobre a história, porque a sinopse não me deixou muito "uau". Mas agora lendo sua resenha, vi que acredito que possa gostar desse livro. Adoro histórias leves e muito bacana saber que aborda tantos assuntos juntos. Essa capa é linda!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi
    quando vi a divulgação eu já fiquei mega interessada na leitura, porque é ainda não tinha visto livros com esse tema, a história parece ser linda e envolvente.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, meu rei

    Queria tanto ter solicitado esse livro, mas fiquei com receio de me enrolar porque quando ele veio como opção me interessei por outros dois também... só lançamentos maravilhosos dos selos da Cia... a gente sofre, né? Hahahaha
    Esse livro aborda um tema importantíssimo e eu tenho certeza que vou adorar! Daria um ótimo filme!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"