Olá!
Tudo bem?

O dia está estressante, o carro quebrou, o ônibus está lotado, as pessoas estão cobrando mais do que deveriam e você está correndo mais do que suporta? É, dizem que nem tudo são flores nessa vida. Então, que tal fazer algo diferente, conhecer um local diferente na sua cidade e até mesmo reservar um dia para fazer algo que costumava fazer e já não faz mais? Que tal um piquenique? 

O título dessa postagem pode até ser tosco, mas não me importo. Hoje estou em um daqueles dias em que eu só desejo tranquilidade, simplicidade, falar bobagem, gritar um belo 'tô nem aí' e curtir a natureza e relaxar. Você poderia fazer o mesmo ou prefere deixar o estresse te dominar? Ah, sim, está trabalhando... Mas acho que você tem um horário de almoço, não? Qualquer tempinho é válido se você estiver disposto a tentar se livrar desse peso estressante e se permitir um contato com a natureza ou como seu próprio eu. 

Comece desapegando da ideia de melhorar o título desse texto, de mudar a forma como a mulher dirige o carro dela. Esqueça da pessoa que está falando ao celular, gritando; deixe para lá. Você não tem nada a ver com isso. Ao invés de pegar para si mais um problema você experimentou se concentrar em você e tentar afastar toda essa nuvem pesada que parou sob a sua cabeça hoje? Aproveite, hoje é sexta-feira! Logo, logo tudo acaba e o tão esperado sábado chega. Mas se prepare desde já nem que seja para tomar um chá na varanda de casa ou fazer um piquenique com a família e amigos. 

Pare de inventar desculpas e se deixar para depois. Uma hora ou duas horas no seu dia não serão o suficiente para estragar todos os outros. Reservar um hora ou duas horas no relógio para se dedicar a você é justamente uma tentativa de recarregar a bateria e encarar os próximos dias. E não, eu não estou sonhando ou tentando bancar o livro de auto-ajuda e dizer que você não se estresse porque você vai se estressar sim. Você é gente como a gente, sente dor, chora, se irrita, quebra o pau e tudo isso acaba sendo inevitável. Todo mundo tem seus momentos de de querer jogar tudo para o ar e explodir, mas poucas pessoas se são a oportunidade de relaxar, desejando resolver tudo de uma única vez. Talvez você só esteja precisando relaxar. Isso mesmo, simples assim. Fazer por onde ter um dia relaxante.

Há mais ou menos um mês decidi que iria fazer piquenique com duas amigas num local da cidade onde ha muito tempo não íamos. Planejamos tudo; compramos frutas, fizemos suco, preparamos torradas e geleia, entre outras coisas. Procuramos os potes mais lindos da casa e escolhemos a toalha mais linda também e que combinasse com o ambiente para onde estávamos indo nesse grande dia. Sim, grande dia! Pare de pensar que um momento simples não pode ser grandioso, tá?Nem tudo é o tamanho, às vezes também é a qualidade. Dito isto, fomos nós a caminho do parque da cidade. Rolou uns estresses sim, tanto na ida quanto no momento em que chegamos lá e eu pisei numa poça de lama e sujei meus pés. Gritei? Sim. Xinguei? Com certeza. Mas me perdoei e deixei as energias irem embora e dei espaço ao canto dos pássaros, aos sorrisos das crianças, ao céu azul do dia ensolarado de verão. E logo que me acalmei arrumei uma solução e limpei meus pés. 

E olha que estávamos todos passando por momentos de puro estresse com questões pessoas, de faculdade, falta de dinheiro, dentre outras coisas que não vem ao caso. Acontece que adiar o piquenique que já estava marcada e fora adiado tantas vezes não estava mais nos nossos planos. Idealizamos, nos permitimos, rimos, reconhecemos o quanto temos coisas em comum, fortalecemos ainda mais nossa amizade e terminamos o dia com uma sensação de plenitude e corações cheios de gratidão. 

É mesmo necessário dizer que valeu a pena? Para alguns esse é um simples programa de pessoas desocupadas, sonhadoras, mimadas, que não tem o que fazer e não saíram da infância - mas olha, não saímos mesmo, temos um pé nessa alma infantil: GRATIDÃO POR ISSO! -, mas para mim, e tenho certeza que para elas também, esse foi um grande manifesto, uma homenagem a nós que sobrevivemos com o coração limpo a esses dias pesados, que parecem querer nos derrubar a todo custo. Essa foi uma homenagem a nós, que merecemos cuidar de nossa saúde física, mental e espiritual também.  

Já experimentou prestar uma homenagem a você mesma hoje? 
Nem tudo são flores, mas também pode ser piquenique, praia com os amigos, almoço com a família, o contato com o mar, uma música especial que te faz lembrar momentos especiais... 
Feliz Sexta-Feira, pípol. 
Bjinhos


7 comentários:

  1. Gostei bastante dessa leitura.
    Aproveitar os pequenos momentos da vida dão uma imensa alegria e felicidade.
    Pobre daquele que só reclama e não enxerga nada de bom em nada.

    bjokas

    ResponderExcluir
  2. Great post dear

    Would you like follow each other? :)
    http://theloth.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Di! Tudo bem? Eu nunca fiz um piquenique, acredita? Mas acho que deve ser tão bom... Vendo suas fotos lindas e seu relato me deu uma vontade louca de sair para qualquer lugar e fazer um também. Adorei o post! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. "Pare de inventar desculpas e se deixar para depois. Uma hora ou duas horas no seu dia não serão o suficiente para estragar todos os outros."
    Di, esse texto é extremamente necessário e verdadeiro. Hoje eu tirei o dia para desapegar do estresse e ter um pouquinho de paz. E planejar coisas novas, mais dias para mim, mais experiências novas. <3 É maravilhoso.
    Somos bem parecidos e você sabe né? Esses textos são muito minha cara hahah
    beijos, amore <3
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Di!
    Adorei seu texto e saber mais da sua experiência.
    Eu não sou muito de piqueniques e tals, mas sempre tendo tirar um tempo para curtir minha companhia...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir
  6. Aii que delícia, deve ser maravilhoso fazer piqueniques. A gente se deixa levar pela correria do dia-a-dia e parece que as vezes se esquece até de respirar. Eu sinto isso as vezes também. Mas as vezes é bem difícil se desligar, deixar o estresse de lado. Ótimo quando temos companhia :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oii,
    Adorei o texto, e realmente tem dias que você precisa parar e jogar tudo para o alto e ser feliz, porque isso é o importante.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"