Olá!

Vocês já devem ter percebido que eu sou uma amantes da literatura infantil e juvenil também. Amo declaradamente. Posto sempre lá no Instagram do Vida & Letras o quanto me sinto confortável lendo esses livros com histórias tão puras, mas cheias de brilho e encantamento, uma verdadeira válvula de escape desse mundo feio onde a gente vive, cheio de preconceito, maldade, intolerância.

Quando terminei de ler o diário de Olivia, nossa princesa improvável, me senti tão envolvido e encantado, que desejei mais do que nunca descobrir um segredo também; acordar um dia e saber que eu tenho um pai rei me esperando num castelo lindo, onde serei coroado como um verdadeiro príncipe - sim, sou desses. E é isso que faz com que uma leitura valha a pena. Quando um livro é capaz de despertar em você desejos que podem parecer "bobos", mas que são tão significativos, que faz você se deslocar no tempo e no espaço para desejar ainda mais que o mundo seja cercado por coisas bonitas e finais felizes.

O livro "O Diário da Princesa Improvável" é um Spin-Off da série O Diário da Princesa, que conta a história da menina Olívia Grace Mignonette Harrison, uma garota comum que ainda não sabe o grande segredo de sua vida: ela é uma princesa. Para muita gente uma princesa "diferente", totalmente improvável, afinal, as princesas costumam ser todas mulheres brancas de cabelos lisos. No entanto, Olívia é negra e tem cabelos cacheados e lindos. A menina mora com os tios, irmãos de sua mãe (que infelizmente morreu), e os primos numa casa bonita em Cranbrook. A menina que tem 12 anos possui várias qualidades, uma delas é o talento para o desenho. Ela faz desenhos tão lindos, que a professora do colégio onde estuda, o Cranbrook Middle School, até elogiou de tão encantada que ficou. A menina ganhou uma bolsa para estudar num ótimo colégio de arte, mas não pode ir porque segundo sua tia "ainda é muito nova". Outra coisa que Olivia não sabe é por que Annabelle Jenkins, uma garota que parecia ser sua amiga,  quer bater nela no horário de saída da escola. Mas Olívia não está sozinha, além de sua grande companheira e amiga Nishi, a princesa Mia vai aparecer e levá-la numa limousine para um destino que fará com que sua vide comece a ganhar um novo rumo, mais bonito e glamouroso, talvez até com direito a um quarto enorme e lindo na Genovia.

Volte para a Genovia com esta nova série de diários (ilustrados) de uma jovem princesa! (Galera Junior)

Olivia escreve um diário contanto seu dia a dia e as situações pelas quais ela passa, como por exemplo tomar um soco de Annabelle Jenkins, uma garota antipática e filha de um advogado. Olivia também vai contar no seu diário algumas coisas sobre como é a vida dela na casa onde mora com os tios e o relacionamento com os primos, que não ligam muito para ela. Além disso, ela vai contar também como descobriu que é uma princesa, como chegou até o pai e como é andar numa limousine, entre outras coisas que um diário pode ter. 

Esse é o primeiro livro da Cabot que leio (já vi o filme "O Diário de uma princesa", mas nunca li os livros) e fiquei encantado com a leveza com a autora apresenta os fatos, sem forçar demais ou chocar o leitor. Tudo é colocado de maneira sutil e os personagens têm características muito bem traçadas. Olívia é uma garota que parece boba, mas é de uma doçura encantante, mas também com modos comuns de uma menina (não tem aquela perfeição que geralmente encontramos nas princesas "comuns"). O livro por ser um diário é narrado em primeira pessoa e é ilustrado com os desenhos da própria autora, que além de escrever ilustrou Olivia muito bem, com traços lindos. 

É um livro para ler num dia só. Você começa e só para com a última folha. No entanto, o livre não apresenta grandes novidades no quesito "vida de princesa", "descoberta da princesa". A fórmula da historia de Cabot para quem já leu a série O diário de uma princesa (estou me baseando por tudo o que já li e vi sobre ela) se torna repetitiva em relação à própria coleção de livros: uma garota que vive uma vida comum, com pessoas da família, de classe baixa, numa escola onde sofre bullying por ser bobinha demais ou possuir uma beleza exótica, e logo em seguida descobre que é uma princesa o que faz dela muito rica. Essas são as características que dialogam com a primeira história com a diferença importantíssima de que saímos da mesmice da princesa branca para uma princesa negra, o que compensa toda a história.

O diário de uma princesa improvável é um livro muito bom de ser lido, que traz uma narrativa com uma linguagem clara e engraçada. É um livro que retrata a vida de uma menina comum, que acaba de descobrir que é uma princesa, mas mais do que isso, é a história de uma garota que descobre que tem uma família e que faz disso a parte mais importante de toda a história. Porque agora ela sabe que vive num lugar onde as pessoas realmente se importam com ela.

Bons sonhos para vocês 

Vocês podem encontrar o Vida & Letras também no Instagram: |Vida & Letras| e no Facebook e no GPlus +Blog Vida & Letras

XOXO,
Diih


7 comentários:

  1. Oi Diih
    Como assim não leu outros livros da Meg, corre e leia o diário da princesa, se gostou deste, tenho certeza que vai amar. Sou suspeita em falar, sou fã da Meg e tenho todos livros dela, é muito bom.
    Eu tbm curti muito este livro e fiquei louca para ler os outros da série.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiie! Que amorzinho esse livro, amo livros que despertam esses desejos bobos, fico tão sonhadora haha Sua escrita é maravilhosa, cada vez mais desejo ler resenhas suas.
    Beijos ❤ Sucesso ao Blog!
    JP

    ResponderExcluir
  3. Sou tão que nem você escreveu no primeiro parágrafo. As vezes me sinto um ET e super criança por ler esses livros mais juvenil, e a maioria do pessoal não gostar. Mas é maravilhoso. Além de ter essa pureza e delicadeza das histórias, igual você falou ali na sua resenha, elas também trazem grandes ensinamentos, e as vezes nos fazem enxergar muitas situações que vivemos na vida.

    Nunca li nada da Meg eu acho. Mas tudo me fascina. Só que me da um cansaço de ver as séries de livros dela que não acabam mais.. hehehe :P

    Já assisti os filmes, e acho a história muito legal. Vamos ver se uma hora dessas pego coragem e começo a ler os livros, que nem sei quantos tem, só sei que são vários hehehehe.

    Esse ai parece muito amor <3 Tem ilustrações? Eu gosto quando os livros tem, mesmo que seja só uma simples de vez em quando na história hehehe :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amoooo a MEG <3
    Tive o prazer de encontrá-la ano passado e amei demais!
    Desde então, quero ler TODOS os livros dela *.*
    Esse dela eu ainda não li, mas só vejo comentários bons a respeito.
    Tá na lista <3

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  5. É um livro que parece ser bem gostosinho de ler <3
    Já quero..

    ResponderExcluir
  6. Oi, meu rei

    Que bom que você gostou do livro. Ao contrário de você, não consigo mais me identificar com histórias assim, por isso deleguei essa tarefa para o JP, ele que vai falar sobre as leituras para o pessoas mais novo.
    Mas não posso deixar de comentar que achei muito bacana o fato da Olivia, viva a representação!

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"