Olá, ♡
para você fã de livro histórico e para você também que nunca leu ou nunca pensou ler, toda regra há uma exceção, e acredito que Belgravia é um forte candidato a ser essa exceção. O livro é do mesmo autor da série de sucesso Downton Abby, Julian Fellowes, e foi lançado numa edição caprichada pela Editora Intrínseca e anteriormente dividida em onze capítulos cedidos em formato de e-book. 

Belgravia retrata uma história de segredos e escândalo nas famílias Trenchard e Brockenhurst, em Londres. Estamos no ano de 1840, neste momento a classe industrial passa a conviver com a classe de alto nível social e a história se inicia antes da batalha de Waterloo, que aconteceu na Bélgica (quando Napoleão foi vencido pela Inglaterra e a Prúcia, encerrando assim seu império), em junho de 1815, no baile da Duquesa Richmond em homenagem ao duque de Wellington, em Bruxelas. Nesse baile, a menina Sophia, filha de Anne e James Trenchard, chama a atenção de Edmund Belassis, herdeiro de uma das famílias mais ricas da Bretanha. No entanto, nessa mesma noite, quando todos no baile são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país, um fatídico acontecimento irá separar a vida de Anne e Edmund. Mas os momentos em que os dois passaram juntos fora suficientes para que mesmo depois de 25 anos a história que tiveram ficasse marcada tanto na vida dos Brockenhurst quanto na Trenchard, ligando as duas famílias, gerando fofocas e intrigas na sociedade e nos casarões da Belgravia Square. 

Que grande segredo esconde a família Trenchard? De que acontecimento estamos falando? Qual terá sido o futuro do jovem casal? E o que aconteceu depois do acontecimento daquela noite em Bruxelas?




Como disse anteriormente, esse livro foi publicado em onze partes independentes, no formato de e-book, o que na verdade homenageou os grandes folhetins de antigamente. E por ser dividido em partes temos duas considerações: a) os capítulos dos livros são grandes; b) em cada capítulo um escândalo ou uma parte dos segredos revelados na trama. E eu poderia dizer o quanto capítulos grandes incomodam, se a história não fosse tão cativante e tão bem escrita ou se os capítulos não estivessem bem entrelaçados de forma a deixar a história cheia de pontas soltas. O que acontece é totalmente o contrário. O charme da narrativa e os acontecimentos escandalosos de cada parte da história convida naturalmente o leitor, que se envolve na trama e vive todas mazelas sociais da época junto aos personagens. 

Os capítulos são intitulados de acordo com o que será abordado em cada uma das partes, o que já é do nosso conhecimento em boa parte das divisões de capítulos dos livros que costumamos ler. O grande diferencial de Belgravia, de outros romances de época, está na história, na essência dos personagens e nas intrigas que nos revelam o quanto os grandes escândalos e confusões sociais, nesse caso das grandes elites, existem e são de alguma forma maquiados para exaltar a tranquilidade da alta sociedade. É um livro que pode muitas vezes confundir ficção com história - e isso se dá pelas referências históricas que ele traz no enredo -, consegue ser extremamente real e apesar da época mostrar o quanto é uma história atual também.

Será que a sociedade contemporânea é mesmo completamente diferente do que era antes? Talvez não. O que podemos perceber da trama de Fellows e que acredito ser uma grande sacada do autor para mostrar o reflexo da antiga sociedade na contemporaneidade, é que a inveja, a ganancia dos grandes senhores, as intrigas entre entre famílias e a relação de subordinação entre empregado e patrão continuam existindo e causando situações caóticas no nosso ambiente de trabalho e social, bem como na relação entre pessoas e nas traições que há nos casamentos de faixada. E não podemos esquecer do preconceito e diferença de classes: as dominadoras e as subordinadas. 

A ambição, a inveja, a raiva, a avareza, a bondade, o altruísmo e, sobretudo, o amor sempre foram e sempre serão poderosos a ponto de motivar nossas escolhas.

É perceptível o quanto temos uma trama rica em apontar características sociais gritantes. Mas não é somente isso. Os personagens de Fellowes são muito bem escritos, são pessoas fortes, com personalidades fortes e extremamente reais. Não existe o vilão e o bonzinho, todos têm as duas características, isso vai depender dos seus interesses e do estímulo que recebem com as ações que sofrem. Os homens são descritos uns com suas elegantes posturas, outros por sua inteligencia e poder de persuadir; as mulheres também possuem admirável elegância e fazem valer sua voz, não são simplesmente mocinhas, são mulheres fortes e decididas e que possuem papel importante na trama e que superam os preconceitos.

Belgravia é um livro excelente, cheio de ótimas referências históricas mas também intrigante e comovente. A narrativa conta com detalhes na medida certa, ambientação muito bem construída e diálogos pertinentes e muito inteligentes. Repleto de surpresas a cada capítulo, com certeza desperta no leitor não só prazer pela narrativa intrigante, mas também um olhar mais crítico sobre os problemas sociais que tivemos e que ainda temos. 

XOXO,
Diih.




17 comentários:

  1. Downton Abby! Já amei! hahaha Eu sou uma apaixonada por romances históricos, mas acabo negligenciando as minhas leituras do gênero. Mas saber que o livro é do mesmo da minha série de época favorita, dá um gás a mais. Pelo que você descreve ao longo da resenha parece que realmente vale a pena.

    Beijos, Diih!

    Psicose da Nina | Instagram

    ResponderExcluir
  2. Oi Di!
    Apesar dessa capa ser linda toda vez que olho pra ela me da um sono... hahaha. Não gosto de históricos geralmente, a sinopse me pareceu ser boa, que bom que curtiu a leitura!
    Um abraço!
    http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito..
    Deu vontade de lê
    Parabéns pelo post
    Bjinhos
    naosouapenaslouca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Diih
    Este livro era um de meus mais desejados este ano e eu consegui ele numa promoção, agora me falta organizar para lê-lo, parece ser uma história muito boa. Adorei saber sua opinião sobre. Que capa mais linda né?

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Deu vontade de ler, o blog cada dia mais lindo!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Oi, Di!
    Não vou mentir que meu interesse nesse livro é porque o autor é o criador de Downton Abbey. Mas são tantas resenhas positivas que sei que não vou me decepcionar.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    vi muitas resenhas positivas deste livo e estou bem curiosa para a leitura.
    Ele já esta na minha lista de desejados desde que lançou rs

    bjos
    Filha das Trevas

    ResponderExcluir
  8. Oie Diego =)

    Sempre leio resenhas positivas desse livro e como amo romances de época/históricos estou doida para ler ele também.

    O problema é ter tempo para ler todos os livros que quero rs...

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary



    ResponderExcluir
  9. Acho que pra quem não está acostumada com romance de época, deve ser uma leitura um pouco cansativa, não? Tanto pela quantidade de páginas, quanto pela narrativa. Eu sou doida pelo gênero, mas como Belgravia aparenta ter muito mais profundidade, eu tô me preparando pra encontrar algo bem mais denso de se ler. Sua resenha ficou maravilhosa!!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Ótima dica de leitura. Além da sua resenha ficar maravilhosa, você escreve muito em.
    Amo livros assim.
    Abraços.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  11. Oi, Di! Tudo bem? Eu não tenho saco pra livros com uma pegada histórica, sabe? Mas tenho que confessar que amo a capa de Belgravia e acho sua premissa interessante. Adorei a resenha! ^^

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Fiquei com vontade de descobrir o segredo da família Trenchard hahahaha
    Adorei a resenha e anotei a dica <3

    ResponderExcluir
  13. Oii Di

    Todo mundo indica, recomenda e elogia esse livro. Te confesso que no começo, logo que vi pela primeira vez, não me chamava muito a atenção, mas agora, lendo resenhas e entendo melhor de que vai a história, to começando a sentir uma pontinha de curiosidade... Se surgir a oportunidade, acho que vou conferir sim, apesar de leitura histórico não ser muito meu estilo, acho que desse posso até gostar bastante.
    A resenha ficou linda.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  14. Oi Diih,
    Eu adoro Donwton Abbey, então já deu para perceber que estou mega empolgada para ler esse livro né?
    Acho a capa tãããão linda! E depois da sua resenha positiva, fico com ainda mais vontade de ler.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oiii, adorei a indicação! Eu adoro histórias que misturam ficção com momentos históricos. Já anotei a dica!

    Te indiquei ao Prêmio Dardos!

    Super beijo!

    https://estantedaisa.wordpress.com/2016/11/26/premios-dardos/

    ResponderExcluir
  16. Oi
    realmente Belgravia é um ótimo livro, ficava agoniada pelo segredo que a família escondia e não via a hora o rapaz descobrir, a história é muito bem escrita e nem percebia tanto os capítulos longos.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"