Oi, pípol!

Estou de volta com mais uma leitura de um livro do Harlan Coben, depois de horas longas de tensão e aflição. É preciso fôlego para acompanhar esse romance cheio de reviravoltas, mistérios, segredos e crueldades. Mas também é preciso paciência para ir até o fim da leitura de uma narrativa que envolve tantas personagens, numa trama que em algum momento se torna cansativa.

Que falta você me faz conta a história da policial Katy Donovan, que perdeu o pai, também policial, e no mesmo período viveu o fim de seu relacionamento com um rapaz de quem estava noiva. Dezoito anos se passaram e ainda hoje a policial não sabe o por quê de o rapaz ter ido embora, nem sequer superou totalmente a perda. Por isso, Kate busca não pensar ou se preocupar com isso, até que as duas feridas que não se fecharam totalmente na vida dela se abrem e ela se vê obrigada a lidar com isso mais uma vez, quando o assassino do seu pai está à beira da morte e ela vai tirar satisfação com o homem, que alegou não ter matado o policial. A partir daí mais e mais problemas começam a surgir, como por exemplo, um garoto procura Kat e pede ajuda para saber onde está sua mãe. A grande surpresa é que nessa investigação a policial vai descobrir uma série de crimes e que estão ligados ao seu noivo e a um site de relacionamento. Agora ela vai até o fim para descobrir todos esses mistérios.

Coben é um dos melhores autores de todos os tempos. Pegue qualquer um dos seus livros e você encontrará uma história surpreendente, excitante e cheia de reviravoltas com um grande coração pulsante." - Gillian Flynn, autora de Garota Exemplar.

O primeiro livro de Coben que eu li foi "Não fale com Estranhos" e fiquei eufórico para ler mais e mais. O escolhido para continuar foi "Que falta você me faz", que me conquistou pelo título e sinopse desde o seu lançamento. Finalmente li o livro e minha vontade de ler mais e mais Coben só se reafirma. No entanto, em relação ao livro lido anteriormente, Que falta você me faz foi uma leitura cansativa em dados momentos, mas de modo geral empolgante e satisfatória. Coben mantém a forma primorosa da sua narrativa e seus diálogos inteligentes, enquanto não nega esforços para criar personagens com potencial para a crueldade.

Quando digo que o livro se torna cansativo quero expôr mesmo meu incômodo em relação à quantidade de personagens e histórias que se chocam, que se enrolam, que tem ligações umas com as outras. Tantas personagens e acontecimentos tornaram a história exaustiva num determinado momento. Tive a sensação de que alguns personagens foram esquecidos e eu gostaria de saber mais sobre eles. Mas se me perguntar se valeu a pena eu digo sim sem pensar duas vezes. É uma história brilhante, sem sombra de dúvidas!

Harlan Coben é simplesmente incrível e escreve textos assustadoramente tocantes e cheios de verdade. Os personagens são reais, a crueldade e as ambições no âmbito social estão muito bem representadas nesses personagens. A narrativa é intensa e a cada capítulo você tem uma surpresa, um suspense e o melhor disso é que a narrativa nos envolve a tão ponto de nos tornarmos aliados nas investigações. 

Numa narrativa em que os crimes da internet e todas as mazelas que envolve o mundo cibernético estão denunciados numa ficção muito bem escrita, Harlan Coben dá uma dose de 'fique atento', 'seja esperto', ao mesmo tempo que nos faz um convite a refletir sobre atitudes impensadas e confiar no próximo. Uma ótima opção de livro para quem gosta de romance leve e muita ação.

XOXO,
Diih.





7 comentários:

  1. Oie Dih, tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas está na lista! Amo os romances policiais de Harlan Coben e James Patterson, mas concordo com você que em dado momento a quantidade de personagens, pontas soltas, histórias, deixam as tramas um pouco cansativas, e tive essa sensação em todos os livros que li dos dois autores.
    Mas ainda assim quero ler mais livros dos dois autores! E amei a sua resenha como sempre!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br
    PARTICIPE DO SORTEIO DE 1 ANO DO BLOG!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Di!
    Menino, nunca li nada do Corben, mas pretendo mudar isso.
    Muitos personagens e muitas histórias paralelas me confundem também e deixam a leitura um pouco lenta. Que bom que não interferiu muito pra você.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  3. Oi Diih
    Eu já li alguns livros do autor e eu super curti, são livros instigantes, histórias muito boas. Fiquei com vontade de ler este, tenho certeza que iria gostar.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Diego :)
    Tudo bem?
    Esse livro chegou em casa hoje e está na minha lista de leitura.
    Preciso postar fotos das novas aquisições no Instagram e ele com certeza estará entre elas.
    Parabéns pela qualidade dos seus textos :)
    Beijo,

    Hida
    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
  5. Já amo esse autor (sem nunca ter lido) por sua causa ♥
    Rs

    ResponderExcluir
  6. Nossa! que resenha maravilhosa, me deixou na vontade agora! adoro séries e filmes policiais mas nunca li nenhum livro policial, acho que vou começar com esse :D
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito deste autor,já li este livro e como todos outros amei.

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"