Olá, pessoal! ~

Estamos vivendo um momento caótico e violento no nosso país e no mundo, onde a intolerância e o desrespeito estão se destacando através da violência contínua, que atinge e mata pessoas inocentes a todo instante. Nós homossexuais travamos uma luta diária contra o preconceito e contra a guerra que não nos trégua para amar em paz. Num momento onde os bandidos estão soltos e os inocentes presos dentro de suas casas, ainda que haja medo precisamos nos levantar e conscientizar nossos filhos, irmãos, sobrinhos, vizinhos, de que é preciso saber estender a mão, é preciso saber deixar que o outro ame, é preciso respeitar, amar a si e ao amar ao próximo também. A gente pode fazer isso de várias maneiras, uma delas através de bons livros, que com suas belas histórias possuem sim o poder de tocar o leitor e fazer alguma diferença, plantando no mínimo uma nova maneira de enxergar o mundo e uma reflexão para que as pessoas repensem seus atos.

Foi por isso que escolhi “Simon vs. A Agenda Homo Sapiens”, da Becky Albertalli, um livro publicado pela Editora Intrínseca no Brasil, para a Coluna #PossoFalar?. E abaixo você pode ler depoimentos sobre a história, amada pela crítica do Brasil e internacional.


Primeiro quero dizer que eu conheci esse livro quando ele não havia sido lançado aqui no Brasil. Eu soube da existência dele através do lindo Alisson Souza, do Canal Geek's Anatomy, que fez um vídeo e apresentou esse livro, que me ganhou não só pela capa – linda! -, mas também pelo enredo.


“Simon vs the Homo Sapiens Agenda foi o tipo de livro PÁ-PUM. Ele lançou nos EUA, catei para ler – e não me decepcionei. Não foi só o fato de eu ter me identificado com o protagonista, mas pela forma sutil e doce que Becky Albertalli narrou toda a história. Houve espaço para tudo: desde piadas idiotas (das quais morria rindo) até o teor dramático (que não chegou ao ponto de me fazer revirar os olhos). O livro foi tão especial que até entrei em contato com a escritora – e recebi um livro autografado, antes mesmo da Intrínseca anunciar o lançamento no Brasil. E adivinha? Ainda levei um tapa na cara sabendo que ele vai virar filme! Pois é, Simon é meu amorzinho e um dos meus favoritos DA VIDA!”

Assistam o vídeo, divirtam-se com a espontaneidade, fofura e graça do Àlisson! E sigam o canal dele que é muito bom por sinal





"Esse livro com certeza merece todo o falatório que está gerando. Becky Albertalli conseguiu falar de maneira simples sobre como entender, aceitar e viver de acordo com a própria identidade sexual na adolescência, que já um período conturbado por si só. Admiro autores que conseguem transmitir mensagens sérias por meio de histórias leves e Simon vs. A Agenda Homo Sapiens faz isso muito bem. É um YA inesquecível!"

Confira a Resenha da Janaina: |CLIQUE| Instagram: @aquelaborralheira


“Simon vs. A Agenda Homo Sapiens” me pegou totalmente de surpresa. Não estava esperando muito do livro, mas me surpreendi ao acabar considerando Simon vs. como não só meu livro preferido do mês, mas também um dos meus livros preferidos do ano. (...) O momento que mais me impactou foi quando Simon e Blue conversam sobre o quão injusto é pessoas não-heterossexuais terem que "sair do armário": isso é algo que sempre me incomodou bastante - eu não deveria precisar tratar minha sexualidade como uma revelação bombástica para os outros! - e ver o que eu penso escrito daquele jeito no livro, de forma divertida mas ainda sensível e respeitosa, foi algo novo para mim. Simon é um protagonista incrível, e o romance do livro é tão fofo que eu quero gritar, mas o que torna esse livro especial é, com certeza, todas as mensagens que ele passa ao leitor.

Confira a resenha da Amanda: |CLIQUE|



“Encontrei nos personagens de Simon vs. a agenda Homo Sapiens características com as quais me identifico e senti ao ver o Simon passar por situações semelhantes com as quais passei. Me emocionei com Simon e Blue de uma forma que não acontecia com nenhum casal há tempos. Ao terminar a leitura e pensar sobre os assuntos tratados no livro cheguei ao pensamento - como sempre chego, principalmente em discussões - que representatividade importa sim.”

Leia a Resenha da Yara |CLIQUE|

E você? Já leu Simon vs. a Agenda Homo Sapiens? Deixe seu comentário e seu depoimento também. Vou adorar saber sua opinião. E aguarde que breve postarei minhas impressões sobre o livro.

|Título Original: Simon vs. the Homo Sapiens Agenda.
País de publicação original: Estados Unidos.
Editora: Penguin|

Bjão do Diih ♥ ~

8 comentários:

  1. Oi, Di! Tudo bem? Adorei a coluna, ainda não a conhecia. Esse é um livro que vem me chamando bastante atenção... Talvez eu o leia em breve.

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não li, mas acabei de perceber que preciso ler, né?
    Oi Diego! Essa coluna é muito boa, conseguiu me deixar curiosa sobre a obra.
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi oi! Tudo bem? Resolvi criar um novo site, se puder me dar algumas dicas!! :)

    Http://blogrobsonvascovith.com

    ResponderExcluir
  4. Realmente é um grande preconceito que as pessoas precisam enfrentar diariamente. É triste saber que as escolhas, o jeito de as pessoas serem, as vontades, a cor da pele, tantas coisas são vistas com tamanho desprezo. Lamentável viver num mundo assim.
    Adorei o Blog
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego,
    Confesso que esse livro não me chama muito a atenção, na verdade pouca coisa lançada de 2010 pra cá tem despertado muito meu interesse...
    Mas com certeza o que você disse é muito válido, o mundo tem se tornado pior a cada dia.
    Eu mesmo já tive meus preconceitos sobre o assunto, quando era um alienado, estúpido, não instruído e egoísta. Com o tempo fui abrindo a mente e com estudo, inclusive na igreja (sempre vista como vilã nesse assunto), vi que nada diferencia as pessoas a não ser o modo de agir e suas convicções.
    Minhas leituras também mudaram minha forma de pensar (exceto Mister SandMan da Barabara Gowdy) em especial nosso querido Eu Te Darei o Sol.
    Adorei o post.

    Grande abraço pra ti!
    Leitor Antissocial (Voltando com força total a partir de amanhã, dessa vez é sério)

    ResponderExcluir
  6. Oi Diego!
    Eu acho muito triste como as pessoas sofrem nas mãos de gente preconceituosa e estúpida.
    Ainda não li esse livro, mas pelo jeito ele é uma leitura obrigatória pra muita gente.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. ooooi!
    Já faz um tempo que quero ler essa obra, finalmente vou ter a oportunidade de ler já que meu amigo comprou esse livro e eu que não sou besta nem nada pegarei emprestado. Amei a sinopse e não paro de ver comentários positivos! adorei o post! bjs xxx
    lendocomela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Parece muito bom, com humor e drama na medida certa.
    Oh, meu Deus, preciso de $$ para comprar todos os livros que quero...vou precisar de uns milhões XD

    http:/www.umavidaemandamento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"