Olá!
Um abraço meu e um carinho meu para vocês! Esperam que estejam bem, fazendo boas leituras e se dando a oportunidade de ler coisas diferentes e saber das novidades, principalmente sobre o cenário literário do nosso país. E é sobre um livro nacional, de publicação independente – um trabalho lindo para ninguém colocar defeito – que vou “falar” para vocês hoje.

Conheçam Fassade, da K.S. Broetto.
Conheci esse livro no Instagram, numa de minhas pesquisas de novidades na rede. Inicialmente não pareceu o gênero que gosto de ler, no entanto a premissa e a sinopse me deixaram bem intrigado. E posso falar? Não me arrependi de ter lido em momento algum.
Em um mundo cheio de aparências e mentiras, na Inglaterra da Era Vitoriana, vamos conhecer Siegfried, “o pirata”, um homem “aventureiro” e “destemido”, e Johan Wells, um misterioso mercenário, que precisa cumprir uma missão. Quando um encontro inesperado une os dois, eles partem numa jornada cheia de mistérios, coincidências e descobertas. Quem é Siegfried? Quem é Johan? Quem serão eles depois de tudo? Que segredos existem nesse baú chamado Fassade? Você embarcaria nesta viagem rumo ao desconhecido?

Fassade foi escrito por K.S. Broetto e publicado em 2015. O trabalho da autora é independente, mas se engana quem pensa que é um trabalho raso. A impressão, a diagramação e a arte da capa não perde em nada para os livros publicados pelas grandes editoras. E não é só na edição, que Fassade ganha mérito.

A narrativa de Broetto é das mais agradáveis e o enredo que a autora criou é digno de aplausos, principalmente porque o cenário dialoga perfeitamente e carrega você para dentro da história, que também abre espaço para seres míticos, como fadas, gnomos e sereias. A representação do pirata, Sigfried, e sua personalidade machista e grotesca está marcada no livro, mas a autora deu um pouco mais de carisma e doçura a ele, que pode facilmente tornar-se o seu personagem predileto. Um homem atraente, sexy, charmoso, viril, e por que não sentimental e gentil também?

Quanto a Johan Wells, é um completo mistério. O personagem não diz de onde veio, não revela o que faz e vive de disfarces. Mas ao contrário do pirata, não é carismático e apresenta uma frieza na personalidade, inicialmente. É na história de vida desse personagem que você encontra uma grande interrogação e uma referência a algumas obras da literatura, uma delas nacionais.

O livro tem romance sim, e é quente, do tipo avassalador. Mas não é hot, embora você se depare com alguma cena mais sexy e uma descrição um tanto ousada. É o tipo de história que se encaixa perfeitamente no gênero New Adult, mais conhecido como NA.
Ainda sobre o enredo, embora ele tenha sido construído de maneira impecável, com uma linguagem fácil e agradável de ser lida, a autora facilitou demais os pontos logo no início, o que fez do desfecho algo previsível.

Ainda que o foco não tenha sido o mistério acerca do romance, que está presente na narrativa e que tem as referências de histórias famosas – o que eu já citei anteriormente -, a construção dos fatos e acontecimentos faz com que de alguma forma o leitor tenha um olhar mais apurado para aquilo que não deveria ser tão destacado. Qualquer fato parecido com um acontecimento de um livro canônico ou um filme de sucesso presente numa narrativa, a consequência é que o leitor assimile esse acontecimento e dê uma atenção maior ao que, às vezes, nem importa tanto naquele texto. No entanto, ainda assim a obra não perde a elegância.

Tendo como inspiração para a construção da história a música de mesmo nome, da banda alemã Lacrimosa, Fassade é um livro que dialoga com o leitor sobre as mazelas de uma sociedade hipócrita, de pessoas que se escondem por detrás de grandes fachadas para conseguirem o que quer.

Leiam e descubram os segredos que existem nesse baú chamado Fassade.

Acesse www.ksbroetto.com e saiba mais sobre o livro. Lá você também pode adquirir seu exemplar por um preço ótimo, disponível também no formato digital.

PS: Não esqueça de participar do concurso cultural, em comemoração aos 9 anos do Vida & Letras. |CLIQUE| e participe. Venha comemorar comigo.

Um Bju,
um carinho e até logo.

Diih

20 comentários:

  1. Oi, Diego!
    Eu acho que nunca li nada sobre piratas. Esse livro seria uma ótima oportunidade pra mudar isso.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oie...
    Acho que nunca li nada parecido com a temática desse livro, o que é bom! Ao ler sua resenha fiquei bastante interessada na obra e é bem capaz que eu adquira o meu exemplar :)
    É sempre bom dar espaço para a nossa literatura.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Diego!
    Não conhecia esse livro e confesso que não fiquei muito interessado em ler, ainda assim, amei suas palavras sobre ele.
    Abraço!
    http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Di!
    Não conhecia esse livro e não curti muito a premissa, ainda assim, adoei suas palavras sobre ele.
    Abraço!
    http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Já fiquei interessada pelo livro quando li que ele se passa na Era Vitoriana, depois que li sua resenha, fiquei mais curiosa ainda para lê-lo. Não costumo gostar muito de livros com seres fantásticos, mas a história desse livro me lembrou muito um outro livro nacional que li há pouco tempo e gostei bastante chamado Dragões de Éter, vou colocá-lo na minha lista de leitura.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  6. Oii,

    O livro parece ótimo! vou ler sim.

    Abraços...

    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa linda. Adorei a ideia da história, acho que da para ver que gosto desse estilo. Não conhecia e já vai para minha lista :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Fiquei intrigada com o livro. Parece conter um pouquinho de tudo, romance, mistério.
    Apesar do final ser um previsivel, eu fiquei curiosa para conhecer a história.
    Beijos

    http://www.construindoestante.com/

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante da resenha e fiquei interessado no livro.
    A premissa é interessante. Se a obra ainda conta com críticas à hipocrisia social, certamente vou gostar de ler a obra.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Diiii!!
    Como vai?
    Achei bem interessante a resenha de Fassade (linda, parabens!)
    passando na Era Vitoriana? Ja fiquei curiosa... Culpoa Cassandra Clare por isso hehehehehehehhe
    pela capa nao sei mas realmente pe uma premissa interessante e gentee, vamos ver, acho que leria sim!
    e temos que dar chances e dand oportunidade a nacionais descobre coisas maravilhosas!
    isso é verdade Diih :D
    - Vou ver se consigo participar do concurso cultura viu?? :DD

    ResponderExcluir
  11. Eita Geovana, tô chocado com esse livro!!! Apesar de ter sido previsível parece ter uma história bem bacana, ansioso para ler <3

    ResponderExcluir
  12. Oi Diego,
    Não acredito que é uma produção independente.
    A edição parece estar linda e a premissa é muito boa.
    Fiquei interessada!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, meu rei da terra do acarajé! :D

    Eu também conheci Fassade através do Instagram e até fiz uma postagem sobre ele lá no bloguinho.
    Eu acho a era Vitoriana um charme e o livro me ganhou aí. Mas eu já pude ler várias resenhas e fiquei impressionada no quanto a história é rica!
    Eu espero poder ler em breve. \õ/

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  14. Oi, Di! Tudo bem? Adorei o título e a capa do livro, mas fiquei meio preocupado com essas cenas quentes... Não curto muito livros com essa pegada! rs

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Diego, tudo bem?
    Ótima dica! Não conhecia o título nem a autora, mas gosto desse estilo de livro.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  16. Oi Dih, não conhecia esse livro e não sei se leria, mas você fez uma resenha muito boa.
    Também não conhecia seu blog e estou seguindo, parabéns pelo cantinho!

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca ouvi falar nada desse livro até agora. Como a grande maioria, eu nunca li nada sobre piratas, mas achei interessante a premissa desse livro. Gostei bastante da capa, o que só reforça o que você falou sobre a qualidade do livro, mesmo que sendo publicado de forma independente.

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Diego, tudo bem? Muito bacana a sua resenha. O bom é que esse mercado de livros independentes está crescendo, dando oportunidade para que nós leitores possamos conhecer novos autores. Sem contar que é uma chance que o escritor tem de despontar e se lançar no mercado editorial.
    Parabéns pelo conteúdo.


    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, Menino Di :D
    Também conheci esse livro no Instagram, a autora é muito carismática. Cada comentário que leio sobre o livro fico mais entusiasmada para uma futura leitura. Adorei a sua resenha e os pontos que você destacou sobre o livro. Já quero conhecer esses personagens e participar desse mistério!
    Beijos!
    apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"