♥ Olá! =)
Você já beijou alguém especial hoje? Já deixou passar algum beijo por birra ou orgulho? Você já parou para pensar que o beijo que você rejeitou poderia ser o primeiro e último? E já pensou que poderá se arrepender de não ter beijado com paixão aquela pessoa essencial na sua vida?

Posso dizer que o beijo é a fotografia perfeita para ilustrar a história tocante e comovente que a autora Alli Harris escreveu e que a Editora Verus trouxe para o Brasil.


O ministério das pessoas sentimentais demais adverte: ler esse livro lhe causa um aperto no coração e uma vontade imensa de chorar e se apaixonar. Em caso de suspeita desses sintomas, leia o livro até o final e acabe logo com isso.

Molly e Ryan se conhecem desde muito novinhos. Ela uma garota um tanto “do contra” e amante da liberdade, um tanto cética em relação ao amor verdadeiro. Ama fotografar, nunca foi o centro das atenções nem o modelo de mulher que os homens costumam se interessar. Mas isso não aconteceu com Ryan, um rapaz desejado por todas as meninas do colégio, que ao contrário de Molly é o centro das atenções e conhecido por todos por ser jogador de futebol. Na verdade ele sonha em ser um jogador profissional. E agora ele quer conquistar Molly porque desde quando a beijou pela primeira vez sentiu que queria viver sua vida ao lado dessa garota que se tornou um desafio para ele. E então as coisas acontecem. O primeiro beijo não foi nem de longe maravilhoso, mas o segundo foi o suficiente para marcar uma vida inteira que os dois passaram juntos, até que o destino mostrou que nem sempre os caminhos dos apaixonados seguem a mesma direção. Agora Molly se arrepende das vezes que esnobou Ryan e dos beijos que gostaria de ter dado e não deu.

O Primeiro último beijo chegou para marcar um lugar especial no coração dos leitores. Quantas pessoas estão se apaixonando agora ou já estão apaixonadas? Talvez você esteja vivenciando as situações dos personagens agora, amando e resistindo a isso. E talvez até você esteja se separando, desejando que isso nunca tivesse acabado. Milhares de pessoas neste momento vivem alguma cena de amor que está em cada página deste livro. Ele é real – no sentido que se aproxima da vida real - os personagens são reais e a metáfora do beijo é clara: “não desperdice um beijo sequer nessa vida”.

Quem deu vida aos personagens e ao romance de O último primeiro beijo foi a jornalista Alli Harris, que já escreveu para algumas revistas e já foi editora da Glamour. Seu livro reúne os diversos beijos que damos na vida, como o primeiro beijo, o beijo de despedida, o beijo de “não me deixe ir”, o beijo de concessão... O beijo que representa a vida de muitos casais por aí. A autora construiu uma narrativa repleta de romantismo, com muita graça, sentimentalismo e estilo. A narrativa elegante e os personagens cheios de vida e tão “familiares” fazem dele um romance marcante, em que a fotografia e os beijos acompanham o leitor do primeiro ao último capítulo.


Desde o livro UM DIA eu não me emocionava e me sentia com o coração tão apertadinho. Certamente quem leu o livro de David Nicholls vai conseguir identificar um pouco de Emma Morley na personagem Molly e pode encontrar muito de Gerry, de P.S Eu TE Amo, em Ryan. É como se os personagens dialogassem em si, discutindo as situações parecidas que viveram na vida. E algo mais em comum: Molly e Ryan também são apaixonantes. Mas se engana quem acha que O primeiro último beijo é mais um romance bobo, “água com açúcar”, que segue os clichês dos dramas.

O clichê existe sim, mas costumo dizer que alguns autores apenas sabem conduzir a mesmice por um lado digno e apreciável, e isso aconteceu aqui. Você vai encontrar declarações de amor exageradas no meio de multidões, famílias divertidas e inabaláveis – as tidas como perfeitas - do início ao fim, além daqueles tipos de pais mais reservados e tradicionais.

Prepare-se para (re)encontrar aquela amiga espalhafatosa e que flerta com todos os rapazes, mas que faz a diferença na sua vida, tá? Mas também vai dar de cara com aquelas cenas em que você se pergunta: “será que isso aconteceria de verdade?”, ou até “será que há alguém nessa vida, disposto a SER isso para alguém até o fim?”. E sabe o que é o melhor de tudo? Você simplesmente acredita em um final e a autora te surpreende porque na verdade a história ganha um rumo inesperado.

O livro não conta com um tempo linear e apesar de essa não linearidade ser essencial para contar esse tipo de história, o passado e o presente podem confundir o leitor, que nessa hora precisa ter muita atenção para não se perder. Acredito que algumas coisinhas na narrativa poderiam ser descartadas e ainda assim a história surtiria o mesmo efeito e daria conta do recado.

Quando nos propomos a viver uma relação, a gente precisa fazer concessões, precisa ceder. Muitas vezes nos deparamos com a incerteza e dá vontade de largar tudo e viver uma vida diferente. Não é fácil. Mas será que vale a pena largar tudo o que a gente sempre quis nos momentos mais difíceis? Será que casar ou se relacionar é deixar a relação sucumbir diante da primeira crise? E será que realmente a separação pode ser um meio de fazer com que alguém perceba que não gostaria de perder alguém que realmente ama na vida? Todas essas questões serão discutidas de alguma forma em cada capítulo.


Dramas, romances, amizade, traição. De tudo um pouco e de cada realidade um retrato. É um livro que pode ser um espelho pra muita gente e por isso consegue ser tão tocante e especial. Tem tudo para ser adaptado e merece ser lido com paixão.

Fica a dica de uma leitura prazerosa e tocante para vocês.

Bjux 1.000

Diih 

28 comentários:

  1. Dii!!!
    Que resenha maravilhosa! Não canso de ler suas resenhas e quando uma é tão positiva assim me motiva ainda mais a ler o livro. Recebi esse livro de surpresa da editora na sexta junto com alguns mimos e fiquei muuuito feliz! Essa capa é linda e depois dessa resenha ele será minha próxima leitura. Espero gostar :D
    Beijoss,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bah!
      Acabei de ver que você já leu, lá no seu blog. Q bom que também amou a história.
      Bjux

      Excluir
  2. Que resenha linda!
    Se a Molly tem um pouco de Emma então é certeza que eu vou me identificar muito com ela. Eu me vi demais na Emma de Um Dia e esse é um dos motivos de ele ter virado um dos meus livros favoritos. Gosto de história que emocionam e que nos tocam profundamente.

    Realmente ás vezes a gente se prende, deixar de viver alguma coisa por medo e depois se arrepende. Não só no amor, mas em várias áreas da vida.

    Fiquei muito curiosa para ler e sentir tudo isso que você sentiu ao ler.

    Beijos
    http://aquelaborralheira.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jana a Emma é minha amada de toda a vida. I Love Emma e Dexter, I Love Um Dia e David Nicholls.

      Leia O último primeiro beijo também, certeza que vai amar.
      Bjux.

      Excluir
  3. DIIIII que resenha maravilhosa, tu só me mata aos poucos falando sobre esse livro, e já disse neh!!! Sobre querer ele!!!!

    Parece ser uma história incrível e emocionante, to precisando de um livro assim!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá ler e cuidado p orque você vai precisar correr par o banheiro para chorar.

      =)

      Excluir
  4. Oie...
    Que resenha fenomenal!
    Já estava louca com esse livro, mas, ler sobre a sua comparação com o livro UM DIA foi o ultimato que tive pra comprar a obra rsrs...
    Espero poder ler o mais breve possível!
    Bjos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eta Diane, que fiquei todo me sentindo agora (rs.). Obrigado, linda. Espero que goste do livro.

      Bjux.

      Excluir
  5. Oi, Di!
    Pela resenha, tem de se ler esse livro com uma caixinha de lenços do lado. Já vou me preparando emocionalmente.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amor, faça isso! Não é à toa que no quite que a editora manda já vem um lencinho de apoio.

      Bju

      Excluir
  6. Oi Di! Nossa, eu adoro histórias assim, que podem acontecer com qualquer um de nós. Ainda não tenho o livro, mas ele certamente está na minha wishlist, mas como sou do contra (como a Molly hahaha) vou esperar baixar a febre pra poder apreciá-lo.
    Beijo, beijo!!!

    Blog da Gih

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Regiane, tudo bom? Essa história é tocante e bem real mesmo. Pode acontecer com qualquer um ou pode estar acontecendo, né?
      Espero que leia e se emocione e se encante também.
      Bjux.

      Excluir
  7. Oi, Di! Tudo bem? A capa do livro é simplesmente maravilhosa e saber que ele te emocionou e marcou tanto só me deixa bem ansioso para lê-lo. Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninha eu amo a capa também, de verdade. Até o tom de verde que está lá eu gostei e olha que verde é uma cor que não gosto, viu!
      E a história é realmente maravilhosa. Leia.

      Abraço =)

      Excluir
  8. Olá, Diego.
    Parabéns pela linda resenha. Se eu já queria ler esse livro antes, agora quero ler ele para ontem. Sei que vai ser daqueles livros que ficam para sempre marcados com a gente.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Obrigado! Você realmente vai se apaixonar, e sim é um livro marcante.
      Bjux.

      Excluir
  9. Ai Diego... olha o que você faz comigo!
    É a segunda resenha que leio desse livro e é a segunda resenha que me faz ficar apaixonada por esse livro. Preciso lê-lo logo!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se se apaixonou, agora já era. Vá ler, mulher! *--*
      Bjux.

      Excluir
  10. Oii Di, tudo bem?
    Andei sumida da blogosfera, mas voltei com tudo agora rs
    Que resenha maravilhosa! A capa do livro é linda, e a forma como você o descreve, é nítido o quanto o livro te tocou, e isso só me deixou mais curiosa para lê-lo urgentemente! Parabéns pela resenha linda, e fotos maravilhosas como sempre <3
    Te indiquei em um prêmio lá no blog, depois dê uma olhadinha!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aninha! Seha bem-vinda de volta, linda. Sempre bem vinda.
      Que bom que gostou da resenha, muito obrigado pelos elogios.

      Bjão.

      Excluir
  11. Criatura!!
    Que resenha é essa??
    SIMPLESMENTE AMEI!
    Já tinha lido outras resenhas sobre esse livro,
    mas a sua me deu vontade de sair correndo e entrar
    na primeira livraria pra comprar!

    Parabéns pelo blog (já estou seguindo) e pode ter
    certeza absoluta que eu vou vir aqui sempre dar uma
    espiada no que você escreve.

    Beijinhos,
    Sala de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Lu! Muito obrigado, linda. Espero que vocÊ leia mesmo, é uma história linda.
      Bju.

      Excluir
  12. Ai Die, que resenha mais linda!!! Já estou apaixonada pelo livro antes de ler. Com certeza vou tentar ler, estou meio sem esperanças com o amor ultimamente, e ler histórias assim me anima! hahaha

    Beeijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa esperança em relação ao amor tá por aqui também, por isso chorei tanto quando li esse livro. Mas não vamo' desanimar não, vamos fazendo por onde que Deus ajuda! rs.

      Obrigado pelo elogio!
      Bjux.

      Excluir
  13. AI. MEU. DEUS.

    Como assim ela tem um pouco de Emma? Já nem quero mais ler, hunf! ¬¬*
    HAHAHAHAHAHAHHAHAHA
    Calma, respira, é brincadeirinha! hhahahha

    Eu estava curiosa sobre esse livros desde quando vi a Danny falando que chorou na primeiras páginas. A história do livro é um prato cheio de emoção, e isso é nítido! Vou tentar comprar amanhã mesmo, pretendo ir ao shopping e como tenho que ler um livro recomendado pro IDY, quero ler esse!
    A resenha ficou linda, Di! <3

    Beijo, beijo, beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gata, vou bater em você! Já disse, não foi? kkkkkk. QUe carioca abusada! Não mexa com minha Emma.

      Espero que leia e goste do livro. BJux.

      Excluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"