Olá meus leitores lindos!
Tudo bem por aí? Torço por um SIM de vocês sempre. Espero que esteja tudo em ordem.

Na resenha de hoje vou contar um pouco do livro “Os Bons segredos” (Saint Anything), da autora Sarah Dessen, lançado pela editora Seguinte em agosto desse ano. Essa leitura marca meu primeiro contato com a autora que faz muito sucesso lá fora, embora ainda seja pouco conhecida aqui – pelo menos até então. 


Antes de tudo gostaria de dizer que estou apaixonado pela narrativa da Sarah Dessen - a maior autora norte-americana do gênero YA. Ela tem uma escrita leve, fácil de ser compreendida e que dá conta de prender o leitor já nos primeiros diálogos dentro da história.

Sydney só queria ser ‘vista’ pelos pais, no entanto a convivência entre eles tornara-se mais difícil desde que seu irmão mais velho, Peyton, fora preso, depois de atropelar um garoto, que por conta do acidente ficou paraplégico. Ela parecia ser a única que responsabilizava o irmão pelo acontecido, já que os pais só queriam encontrar uma maneira de colocar o filho como vítima. Então, para fugir da bagunça dos dias após a prisão de Peyton, Sydney decide que quer mudar de colégio para não escutar os comentários e olhares maldosos das pessoas que já conhecem ela e o irmão. Após o primeiro dia de aula decide entrar numa pizzaria onde conhece Layla, a filha do dono do restaurante, e logo se tornam amigas. Logo Sydney se vê contando à garota segredos que até então ninguém sabia e à medida que os encontros delas foram se tornando frequentes, ela começa a descobrir novos prazeres e passou entender que precisa parar de observar sua vida de longe e agir.

 Os Bons Segredos é um livro que apesar de abordar temas profundos consegue transmitir sua mensagem de maneira leve, mas impactante. Os personagens são muito "familiares", pessoas do nosso cotidiano que podemos encontrar a qualquer momento na rua ou como um novo aluno da faculdade ou escola na escola, e as situações nas quais estão envolvidos são tão corriqueiras que tornam a história real, sem retoques, sem maquiagem, e acredito que essa é uma das coisas que prende o leitor até o fim.

Outro ponto que faz com que a leitura seja fluida é a narrativa da autora que, como já disse é muito agradável. Os diálogos e situações que parecem não ter importância alguma, em algum momento preenche uma lacuna e mostra ao leitor que havia um motivo para estar ali.

Mesmo assim senti falta de algo mais na personagem principal. Apesar de ter gostado dela, durante a leitura esperei uma mudança gradativa e grandes ações da Sydney e não encontrei. Fiquei apreensivo e nervoso. Não há um momento sequer em que a garota faça valer sua voz, seu desejo; não há um momento em que ela seja capaz de dizer o que pensa. Ao contrário, ela abaixa a cabeça para tudo e isso me irritou profundamente. Acredito que a personalidade dela poderia ser mais bem explorada e ter um pouco de ‘revoltz’ na vida, combinaria com as situações e faria com que suas reclamações fizessem sentido. Eu me pergunto: como alguém pode reclamar tanto e não fazer absolutamente nada para mudar a situação?  

Já Layla me conquistou com sua graça e atitude. Ela vive com os pais, os Chathan, e toma conta da pizzaria junto ao irmão, Mac, que vai ter um papel importante na vida da Sydney, mas que às vezes parece fazer apenas uma participação especial na história. Embora as coisas entre os dois (Sydney e ele) tenham acontecido de maneira gradativa – e isso pra mim é positivo -, Mac foi pouco explorado quando poderia fazer mais na história.

Na trama temos outros personagens de fundo que faz com que ela se desenrole, mas autora pecou em não desenvolver acontecimentos (infelizmente não posso citá-los aqui porque seria spoiler), que dariam ação à narrativa e poderia marcar alguma evolução da Sydney. No entanto, parece que a autora quis amenizar os assuntos polêmicos, maquiando tais acontecimentos, que acabou deixando a desejar.

De modo geral eu gostei do que li. Apesar dos pontos negativos é uma leitura agradável e apaixonante, que faz o leitor repensar situações e pré-julgamentos que estamos acostumados a fazer, de alguma forma, todos os dias, sem maiores apelos. Mesmo diante das faltas que apontei na história, a mensagem que ela passa desde a capa – quando o cavalo se solta do que o prende e corre para longe – até a interrogação que deixa na última página do livro faz com que a leitura valha a pena.

Quem já leu me contem o que acharam, adoro trocar figurinhas. E quem ainda não leu está esperando o que mesmo?



Encontro vocês logo, logo.
Bjux do Diih♥.

26 comentários:

  1. Adorei mesmo! Vou ter que parar de ler resenhas: Cada vez que leio acabo adicionando um livro à wishlist. :c
    um dia quem sabe ue consigo terminar, né?
    sucesso ai no blog
    blogsestrelasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pare, não! Leia mesmo,adicione mais livros mesmo porque livros nunca é demais!
      Bjux.

      Excluir
  2. Olá,
    Eu também solicitei esse livro, mas ainda não o li. Preciso fazer muito em breve, já li dois livros dessa autora, nenhum dos dois me cativou DAQUELE jeito, mas eu estou curiosa por esse em especial.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Inês! Eu realmente espero que esse possa cativar você. Me cativou tão fácil, é tão gostoso de ler. Quero muito saber sua opinião.

      Bjux.

      Excluir
  3. Olá,
    Sempre sinto uma coisa muito boa quando temos um primeiro contato com um autor e gostamos. Isso é incrível!
    Tenho curiosidade para conhecer um pouco mais da rotina de Sydney, aparentemente, sua vida não é das mais simples. Infelizmente algumas pessoas não fazem nada para mudar a situação na qual se encontram.
    Enfim, acredito que toda leitura está apta a possuir pontos negativos, mas se o restante for bem trabalhado, teremos aí uma obra admirável!
    Parabéns pela ótima resenha!
    Beijos - Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris, obrigado pelo elogio! Os pontos negativos realmente não fizeram com que o livro se tornasse ruim justamente pela ótima escrita e da maneira como a autora guiou a história.

      Bjão.

      Excluir
  4. Olá Diego,

    Não conhecia esse livro e confesso que não me despertou muito interesse, mas que sabe no futuro, mas bom que gostou....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marco,! Uma pena que não tenha tido interesse, espero que possa ler um dia e se apaixonar (rs.).
      Abraço.

      Excluir
  5. Eu gostei das frases que vc postou, são sentimentos e situações que vivenciamos.
    Não conhecia o livro, gostei.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bell adoraria insistir para você fazer essa leitura.
      Bjão.

      Excluir
  6. Oi...
    Desde que esse livro foi lançado eu estou louca para ler , já vi muitos comentários bons e quero ter minha opinião a respeito dele .
    Adorei a explicação sobre a capa :)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diane! Corra e leia logo, menina!Vai acabar rapidinho, vá por mim rs.
      Bjão.

      Excluir
  7. Não o li ainda, até ouvi comentários bacanas sobre ele, mas sabe quando você lê a sinopse e não bate aquele amor? Me parecia sempre tão sem graça!
    Sua resenha me deixou mais animadinha, quem sabe eu não dê uma chance!
    Beijinhos,
    Alice
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Licinhaaaaaa de Deus, eu me senti desse jeito quando li a sinopse desse livro pela primeira vez. Achei tão comum... Mas aí li tantas coisas sobre ele - coisas legais! - que quando a Editora mandou na lista de escolhas do mês eu solicitei logo e não me arrependi. Que bom que te animei mais.

      Bjux.

      Excluir
  8. Não conhecia o livro, gostei muito da sua resenha, completa e sincera. Tenho visto muitas resenhas de livros que abordam a forma que pensamos e pré-julgamos as pessoas, e de certa forma isso é muito bom, abre nossos olhos para coisas que fazemos o tempo todo e que não são boas. Fiquei curiosa pela leitura.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claris, obrigado pelo comentário, linda.
      Quando puder leia esse livro,é um amor. <3

      Bjão.

      Excluir
  9. Oi, Di! Tudo bem? Poxa, é uma pena que o livro tenha alguns pontos negativos, né? Mas mesmo com isso, ele parece ser ótimo! Confesso que tenho bastante vontade de ler "Os Bons Segredos"! Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/10/resenha-premiada-muito-mais-que-5inco.html <- Tá rolando promoção do livro "Muito Mais Que 5inco Minutos" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninhoooo leia mesmo, viu! Não me arrependi de fazer a leitura.
      Abração. =)

      Excluir
  10. Oi Diego!
    Não conhecia este livro e achei bem interessante os temas abordados, bom saber que mesmo assim a leitura é leve e flui bem. Gostei da resenha e acho que leria, mesmo com os pontos negativos. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniela, tudo bom? =)
      Os pontos negativos sempre existem, né? Mas se a autora souber guiar bem a coisa e a escrita for bacana também faz a coisa valer apena. É o caso desse livro.
      Espero que leia.
      Bjão!

      Excluir
  11. Eu conheci esse livro no canal da Pam e puts, amei de cara!
    Quero muuuuuuuuuuuuuuito ler *.*

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayyyy. Leia sim *---* E espero que goste muito.
      Bjux

      Excluir
  12. Oi, meu rei!!

    Eu já li tanta coisa sobre esse livro, a maioria delas foi BEM positiva. Só que na sua tem algo diferente...parece que você gostou mais da Layla do que da Sydney, isso procede?

    Eu tenho curiosidade para ler esse livro desde que a Pam falou dele, mas não é aquela coisa urgente, sabe? O tema não é nada inovador, acho que o que chama atenção é a narrativa mesmo, que sempre é elogiada!

    Ahhhh, a maior autora de YA é a Colleen Hoover, tá? Obrigada. De nada! hahahahahahaha
    Brinks!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cariocaaaaaa esse livro me fisgou! ...de pensar que quando li a sinopse pela primeira vez eu achei tão sem graça!
      E Sim, a Sydney é legal, gosto dela, mas... a Layla tem um toque a mais.
      Espero que você leia.

      E sobre a Senhora Colleen, reclame com os noticiários porque foram eles que me deram essa informação. rs.

      Bjux.

      Excluir
  13. Já li várias resenhas sobre esse livro, mas geralmente são bem diferentes. Uns gostam muito, outros odeiam muito, mas acho que com o que você escreveu consegui sentir os dois lados da coisa: o que fazem alguns odiarem a história e o que fazem os outros amá-la. Tenho curiosidade em ler algo da Sarah Dessen pois falam muito bem da narrativa dela, então acho que Os Bons Segredos é uma boa opção.

    Adorei a resenha, parabéns ♥
    Lauren | Blog Razões Literárias

    ResponderExcluir
  14. Oiii Diih, tudo bem??? Eu não conhecia o livro ainda, mas gostei de conhecer. Gosto muito de ler livros com essa pegada mais jovem =D
    também me irrito um pouco com essas personagens que só reclamam, reclamam e não fazem nada kkkk, mesmo assim, acho que ia gostar =D
    Ahhhh, não está aparecendo imagens na postagem :P
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"