Oi!
Tudo belezinha com vocês?
Hoje é dia de viajar no tempo e relembrar algumas coisas que marcaram meu passado e que trago comigo até hoje. Está muito bom saber as opiniões de vocês, principalmente porque muitas pessoas compartilham do mesmo amor ou carinho pelas coisas que já postei até hoje. Obrigado a todos vocês pelo feedback e por dividirem o seus gostos comigo.


Hoje eu trouxe a figura do Snoppy, esse cachorro fofo, que enfeitava a minha estante de brinquedo quando eu era bem novinho. Ele tinha um cordão e umas rodinhas embaixo dele que, à medida que eu puxava, ele vinha atrás de mim com as orelhinhas rodando. Era a coisa mais fofa. Isso era o meu brinquedinho, mas o Snoppy era desenho animado e de tirinhas também.


***
Mas o que é a síndrome de Walter Mitty como você escreveu no título, Diih?

Walter Mitty é um personagem fictício, criado em 1939 para o conto A Vida Secreta de Walter Mitty, por James Thurber. Mitty é um personagem tímido, mas que tem uma imaginação muito fértil, admiravelmente fantasiosa. É um personagem de tanto sucesso que seu nome foi incluído nos dicionários americanos como sinônimo de sonhador inofensivo.

E o que isso tem a ver com o personagem da coluna de hoje?

O Snoppy é um personagem baseado no Mitty – dizem que é um cão com complexo de Mitty. Ele é extrovertido e eu vejo doçura tanta doçura nele que dá vontade de apertar e ter em casa. Mas, continuando, esse cãozinho cheio de virtudes, na maioria nada reais, vive os sonhos que fazem parte da sua mente fantasiosa sempre que deita no telhado da sua casinha, para dormir. O cachorrinho apareceu pela primeira vez em outubro de 1950, mais precisamente no dia 4 de outubro – logo, logo fará aniversário . Criado por Charles Schuls é um cão da raça Beagle, personagem dos quadrinhos Peanuts. Inicialmente o Beagle amigo teria o nome Sniff, porém, seu pai soube que já esse nome já era dado a um personagem de outra tirinha e resolveu batizá-lo como Snoppy.

Eu vejo um Snoppy e automaticamente me lembro da infância e das minhas corridas com meu brinquedinho – aquele que comentei logo no início da postagem. Adoro essa nostalgia, esse cheiro passado e de lembranças boas. Portanto, como todo mundo sabe que a lembrança é um presente na vida de qualquer humano, em dezembro – acredito que no dia 10 – vamos poder conferir o filme Snoopy e Charlie Brown: Peanuts, o filme. Já espero por isso ansioso!


Essa é uma das primeiras aparições do Snoppy, quando ele era apenas uma figura silenciosa. Porém,em 1952, o autor verbalizou seus pensamentos aos leitires através dos balões de diálogo.


Você conhece o Snoopy, tem alguma história sobre ele pra contar? Quero saber tudinho! Conto com vocês.

Até mais, gente!
Encontro vocês logo, logo.

Bjux do Diih

14 comentários:

  1. Dii, como eu amo! Comprei a coleção dos Peanuts, é muito amor. Snoopy melhor personagem. Queria muito ver seu brinquedinho! Deixa ser fofo.
    Beijos!
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Snoppy é muito fofo, mas confesso que amo de paixão apaixonada o Charlie Brown hahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Ai, ele é muito fofo!! Adoro!!
    Gostei da sua contextualização, pois não sabia como ele tinha surgido!!
    Beijinhos

    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Di (:
    Muito amor por essa coluna, viu? <3 Adoro Snoopy (tenho até uma pelúcia dele no meu quarto ahaha) e na minha infância tive um ano escolar que todo meu material escolar era dele ahaha.
    Beijos!
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego!
    Snoppy não faz parte da minha infancia, infelizmente. Acho ele super fofo e ja procurei mais sobre mas nunca fui muito ligado hahah.
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  6. Oi, Diego! Tudo bem? Ahhh, eu adoro o Snoopy! E adorei esse post lindo que você fez em homenagem a ele. Eu infelizmente não tenho nenhum história para contar sobre ele, mas o que posso dizer é que eu gosto muuuuuuuuuuuuuuuito desse cãozinho! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
  7. Ahh, que legal saber mais sobre o Snoppy (esse eu conheço)! Hahaha, eu tenho um DVD com as histórias dele de 1960 e 70, se eu não me engano, que já assisti milhões de vezes. Sempre achei ele um amor de pessoa (de cachorro, no caso).

    Abraços,

    http://www.paginou.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Di, meu lindão

    Que amor por esse post! ♥♥♥
    Eu li muito as tirinhas do Snoppy quando era pequena, minha mãe separava a parte das tirinhas que vinha no jornal...e aquela "onde está wally?" também! ♥
    E jura que vai ter filme? :O
    Que demais!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  9. Muito gostoso de ler esse post Diego! :D Saber da interação do personagem na sua vida e lembrar dele na nossa também! Sem falar nas curiosidades! :) Engraçado que mês passado eu comprei uma blusa do Snoopy e no vídeo de compras comentei "quem não ama o Snoopy gente!?" Rsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Helloo, Dii! *-*
    Que lindo esse post! Amo ler o 'instante retrô'. Traz coisas tão massas que dá saudade. Gosto do Snoopy por influência da minha mãe. Ela assistia Charlie Brown quando pequena e ficava dizendo as falas para mim. :) Acho muito lindo e fofo esse desenho. Tenho um cordão do Woodstock e fico me achando! Eu adorava quando o Snoopy subia em sua moto irada ahaha!!
    Amei o post; descobri coisas que não conhecia sobre o cão extrovertido!!
    Beijin
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Lembro dele nos livros da escola, era ele que me fazia pegar o livro para estudar, sempre vinha uma tirinha nova.

    http://devoradores2livros.blogspot.com.br/

    Um xero.

    ResponderExcluir
  12. Adoro o Snoopy, mas meu favorito é o Woodstock, o passarinho amarelo c:
    A Vida Secreta de Walter Mitty virou filme e mesmo não sendo tãaaao bom, eu adoro, principalmente por retratar a fotografia de um modo tão bonito.
    O Snoopy vive na fantasia, não é? Um amor de cachorro
    www.oclubedameianoite.com

    ResponderExcluir
  13. Não vou negar, eu não sou fã do Snoop mas, também não o desprezo. Acho que vou dar uma chance a seus quadrinhos e ver o que ele tem a me dizer rsrs.

    Bjs.
    www.notamentaal.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"