Um Olá a todos!
Hoje trago uma TAG fixa aqui do blog chamada Musicando, onde crio um conto ou uma cena a partir de uma canção. A primeira publicação que fiz foi “Outono na Rua Brooklin” [LEIA] e agora trago mais um tema para vocês. Espero que gostem.

Sugiro que leiam o conto escutando Someone Like You, da cantora Adele.



*.*.*
É você. Agora não há dúvidas. Vejo você vindo em minha direção nessa rua estreita, onde olhar alguém de perto não é hipótese, é certeza. Estou tremendo e tentando negar a mim mesmo que esse jeito de andar é seu. Todo distraído, destemido; a maneira como anda mexendo no celular em qualquer hora ou lugar é fácil de ser reconhecida.

Será que você não mudou em nada? Seus hábitos antes de dormir, o horário de sair de casa, seu jeito repentino de pegar no sono continuam os mesmos? Eu gostaria de saber. Gostaria de te perguntar. Seus passos continuam a nos aproximar e você nem desviou de caminho, o que me dá a chance de extrair de você todas as respostas que desejo. Mas porque não consigo me mover de onde estou? Estamos cada vez mais perto. Você me vê? Me percebe ainda? Será que mudei tanto e você nem sequer reconhece meu jeito nervoso diante de um momento de emoção como esse?

Continuo te achando lindo e esse coração que bate aqui dentro parece que vai sair de meu corpo e correr para perto de você. Tens aquele brilho que me encanta ainda, embora já estivesse acostumado a pensar que não. Na verdade achava que você não fazia mais diferença para mim, nem que seria capaz de provocar esse batimento cardíaco desesperado em meu peito. Agora vejo que não. Até nisso você é o mesmo. Você ainda consegue adquirir o melhor de mim, mesmo a alguns passos de distância.

Depois de verificar a tela do celular você olha para o lado e sorri. Não havia percebido, mas há um rapaz bem vestido ao seu lado. Parece aborrecido. Então, para acompanhar esse riso carinhoso, você o abraça e eu reconheço esse abraço. Imagino e sinto tão real, como se nunca tivesse me desprendido dele. É um abraço como aquele que você costumava me dar acompanhado de um pedido de desculpas quando eu exigia sua atenção por estar distraído com o celular na mão. Então, enfim você olha em minha direção e de maneira covarde me escondo.

Há uma porta ao meu lado onde está tocando uma canção triste, forte e arrebatadora. Será que o destino a preparou para aquele momento?  

Quando percebo estou totalmente alma e desespero, olhando os presentes com embalagens temáticas do dia dos namorados numa vitrine por onde te vejo passar ao lado do seu novo amor. É quando eu percebo que não há diferença alguma em você nem na maneira como te vejo. O que mudou foi o rapaz que caminha ao seu lado segurando uma flor, feliz, numa cena de amor em paz.

***


"- Senhor, precisamos fechar a loja, você precisa de alguma coisa?" - pergunta uma das vendedoras.
- Sim. Preciso perceber os movimentos do tempo. - digo olhando para ela e caminho até a saída. 

44 comentários:

  1. Parabéns pelo conto. Ficou muito bom mesmo e em total sincronia com a musica. Espero ansioso por mais :D.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robert, seu querido! =) Obrigado, logo postarei mais.
      Abraço.

      Excluir
  2. LINDO DEMAIS, fiquei aqui emocionado...parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um elogio seu é questão de honra. Você que escreve tão bem...! Obrigado.
      =)

      Excluir
  3. Não importa a distância o amor continua sendo amor se é verdadeiro.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Hey!
    Eu adoro essa música da Adele, muito bonita... Assim como seu conto, gostei muito do seu modo de escrever e da história ^^
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz em saber que gostou da minha escrita. =)

      Excluir
  5. Diego, como assim? rss primeiro você já começa com Some like you, que é uma música fodasticamente perfeita. E o que dizer do texto? Lindo e triste ao mesmo tempo, mas é assim não é "[...] às vezes o amor dura, e outras, ele só machuca"

    ;)

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joanderson você escreve coisas tão lindas que receber um elogio seu me deixa orgulhoso. Obrigado!
      =)

      Excluir
  6. Que LINDO Diego!
    Adorei o conto, arrebatador! Fiquei de coração partido!
    Combina muito com a música!
    beijinhos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Diego! Tudo bem? Ahhh que conto mais LINDO! Adorei! <3 Eu acho essa ideia de escrever contos baseados em músicas muito legal, até penso em escrever uns... E o seu ficou muito bacana, combinou bastante com a música! :3 Parabéns, cara! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh... escreve sim! Quero ler. Obrigado pelos elogios,
      Abração.

      Excluir
  8. Oi, Diego!
    Que é isso, hein?!
    A música e o conto entraram em sincronia perfeitamente!
    Adorei ^^
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    #MêsDosNamoraados do Costruindo Estante. Concorra a 1 vale presente de R$ 50,00 da Saraiva.
    Participe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliana. Saber que deu certo e que alcancei a meta da ideia de criar contro através da música me deixa contente. Sensação de missão cumprida. Obrigado!
      Bjõ

      Excluir
  9. Nossa, meus parabéns! O texto ficou lindo, muito bem escrito. Eu adorei.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Adorei o conto, adorei a indicação de música, essas histórias românticas sempre me cativam.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Diego! Tudo bem?
    Adorei seu texto, o fim, maravilhoso, o quote e a música! Parabéns!
    Beijos
    Paulinha Juliana - Overdose
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/06/resenha-herdeira-selecao-4-kiera-cass.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula obrigado. Q bom que gostou. Grande beijo.

      Excluir
  12. Oi Diego!
    Adoro quando encontro pessoas que tem blog e são aqui de Salvador!
    Que interessante a ideia dessa TAG. Parabéns pelo seu texto!

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca, eu também fico muito contente quando encontro pessoas na minha cidade que tem blog. No nosso caso somos da mesma universidade também. Muito legal! rs.

      Bjão.

      Excluir
  13. Olá Diego! Moço, parabéns pelo conto! Você tem o dom para a escrita!
    Adorei mesmo! :3

    http://amadoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milena, tudo bom? Obrigado pelo elogio, linda. Meu sonho de ser escritor agradece a esse Feedback.

      Bjão.

      Excluir
  14. Muito, muito legal!
    É incrível como a música casa certinho com o texto.
    Eu leria fácil um livro seu, fico até imaginando uma continuação pra essa estória...

    Beeijos!!
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raissa é inspirador ler isso, fico feliz. Quero mesmo ser escritor, contar histórias e saber que as pessoas gostam do que escreve só me motiva mais e mais. Obrigado!!!

      Um bjão.

      Excluir
  15. Que emocionante. Música e lindas palavras juntas, é muito sentimento reunido. Eu adoro e achei uma ótima idéia essa sua Tag. ahh.. e você escreve muito bem, transmite todo sentimento em palavras.

    Já estou seguindo o blog. Abraços

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique muito obrigado! Mesmo! Ao elogio, as palavras. Eu amo música e amo escrever, então precisava juntar essas duas coisas que amo. Daí pensei na criação da tag.
      Q bom que gostou. Bjão.

      Excluir
  16. Oi Diego!
    Adoro essa musica e gostei muito do conto, parabens!
    Abraço,
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  17. Nossa, seu blog é bem divertido, adorei o layout de verdade, estou seguindo...parabéns.

    www.thevinydiary.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Meu querido, obrigado. Seu blog também é divertido, gostei de visitar,
      Abraço.

      Excluir
  18. Oi Diego!
    Parabéns pelo conto, gostei bastante.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Uma ótima música, o conto ficou lindo!

    http://umlevecodinome.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Acho que vou chorar, acabei de sair daquele instante que não se pode classificar os próprios sentimentos ao ler suas palavras. Adoro ler o que me fez refletir, amei, parabéns.
    Beijinhos Screepeer
    screepeer.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ágatha quando a emoção vem é preciso se permitir. Ela ajuda. A tranquilidade que bate depois não tem preço.
      Um beijo com carinho.

      Excluir
  21. Oi, Diego!
    Mano, parabéns! Ficou muito legal! Adorei ler, fiquei refletindo e essa música tocando no fundo... que viagem !! haha

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Markus você é ótimo! Então você realmente fez a viagem que tanto planejei com a ideia do conto e a música. Missão cumprida.
      Abração.

      Excluir
  22. Simplesmente profundo, lindas palavras, bela música que deixa o clima perfeito, você escreve muito bem, nos deixa em uma brisa bem positiva! Amei o blog!

    Um Abraço!
    Um sujeito qualquer
    http://umsujeitoqualquer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigado pelo comentário e pelo elogio, tá?!
      Um forte abraço.

      Excluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"