lá, gente!

Há algum tempo eu postei aqui no blog minhas primeiras impressões sobre o livro “A mais pura verdade”, do autor Dan Gemeinhart, depois de ler a prévia da história que estava prestes a ser lançada. A novo conceito me enviou um livreto com os seis primeiros capítulos e um tempo depois me presenteou com o texto completo, que vou resenhar pra vocês agora. Essa é A MAIS PURA VERDADE! 


*
“Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.”

A busca pela realização do sonho de Mark é o que vamos acompanhar no enredo de A MAIS PURA VERDADE. Ele é um garoto de 12 anos, inteligente o suficiente para planejar sua fuga e seguir estrada, a fim de alcançar o topo do Monte Ranier. No entanto, o garotinho que tem como acompanhante o seu cachorro está doente, o que faz dessa aventura um perigo, mas também uma jornada inacreditável que envolve força e muita coragem.

O personagem principal é um garoto forte e decidido que enfrenta um momento triste na vida quando descobre que tem câncer. O impacto que a descoberta causa faz com que ele decida correr atrás de seu sonho, crendo que esse é o último da sua vida. Ao mesmo tempo em que se apresenta ao leitor com uma personalidade um tanto amarga, Mark consegue ser apaixonante e extremamente sentimental. Beau, seu cachorro – companheiro fiel -, está sempre ao seu lado, pronto para receber os carinhos do dono. São nesses momentos que podemos perceber o quanto Mark é um garoto lindo. Todo sentimento que ele oferece ao cão, faz transparecer a pessoa boa que é escondida atrás de todo o medo, e mágoa, e estresse que a doença causa nele. A história é contada em primeira pessoa, porém podemos ler, sempre no final de cada capítulo, um pouco do que está acontecendo na casa do personagem enquanto ele está fora. A única pessoa que sabe para onde ele foi é sua amiga Jass que, por sinal, se vê dividida entre contar a verdade sobre o paradeiro de Mark ou não.

O que será que Jess decide fazer? Será que Mark conseguirá chegar a topo da montanha a tempo? Será que o garoto sobrevive? Acredito que são perguntas constantes dos leitores que não leram o livro ainda, sobre a aventura que tem como título original The honest truth.

O autor do livro, Dan Gemeinhart (LEIA UMA ENTREVISTA COM O AUTOR), escreveu essa história com uma linguagem fácil e leve. Apesar de toda a tensão em cima do sumiço absurdo de um garoto de 12 anos, Gemeinhart nos guia numa trajetória em que a facilidade dos acontecimentos representa uma válvula de escape para quem tem que lidar com o câncer e pensa em desistir da vida. 


Durante a leitura você se apaixona e sente raivinha de Mark também e, ao mesmo tempo, deseja abraça-lo e dizer que tudo vai ficar bem. A narrativa nos leva para dentro da história que, mesmo com tantos exageros e acontecimentos “irreais” na vida de um menino, nos envolve completamente. Prepare-se para se emocionar.

Um ponto desagradável na história é a repetição da frase que dá título ao livro. Por vezes Mark repete a expressão “essa é a mais pura verdade”, ao final de alguma conclusão que tira das suas reflexões. No entanto, o problema está em o autor emprestar essa frase para que outros personagens utilizem também. Perdeu de ser uma característica especial do protagonista para ser algo comum aos outros personagens também e pra mim não funcionou legal.

De modo geral, A mais pura verdade é um presente para aqueles que desejam escalar a montanha da vida e aproveitar cada segundo do seu tempo. Mas, acima de tudo, é um retrato de superação, coragem e força. Uma história que merece ser lida e contada. Eu indico e espero que gostem.

Boas leituras!
Encontro com vocês logo, logo.
Bjux do Dinho .

34 comentários:

  1. Oi Diego, tudo bem?
    Já li tantas resenhas desse livro e sempre com comentários positivos. No entanto, apesar de ter curiosidade em conhecer a obra ela não está na minha lista de desejados.
    Não sabia que o autor repete tanto assim a expressão da mais pura verdade, acho que eu não ia gostar também rs.
    Obrigada pela visita lá no blog! Estou seguindo também!!
    Um abraço!

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara! Entendo que há alguns livros que nos cativa mais, é aceitável. Mas se houver oportunidade leia,aposto que não vai se arrepender. Bjux!

      Excluir
  2. Oláa Diego, como vai?
    Eu li o livreto com os primeiros capítulos também, e adivinhe?? Eu adorei!! Amo muito essa temática, não é atoa que tenho a maior vontade de ajudar pessoas que sofrem dessa doença, e ler algo disso me motiva. Bem, eu ainda não pude ler o livro, mas eu espero poder fazer isso em breve.
    Adorei a sua resenha, e acho que irei gostar do livro :D
    Seguindo o seu blog!!

    Beijos, Our Constellations

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna,tudo bom?
      Que lindo essa sua disposição e solidariedade! Também compartilho dessa vontade com você. Assim que puder leia o livro. Bjão!

      Excluir
  3. Oi, Diego.
    Recebi a prévia da editora, porém não o li, e não sabia bem sobre o que se tratava. Apesar de ler muitas resenhas positivas, e me parecer mesmo um excelente livro, ainda não sinto "aquela" vontade de ler, sabe? Boa dica.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sofia! Te entendo perfeitamente. Mas se rolar oportunidade por que não, né? Super indico a leitura. Bjux!

      Excluir
  4. Olá Diego
    Eu também recebi e li o livreto cedido pela editora e simplesmente amei a premissa do livro, quando chegou o livro, eu parei todas a leituras e fui ler ele. Me apaixonei pelo livro e em momentos também sentia algumas raivinhas no protagonista !
    Adorei sua resenha
    Beijos
    http://focadasnoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thayná! Que bom que vc já leu. Mark é um amor de pessoa, mas o estresse pelo qual ele passa acaba afetado ele um pouco. Justificável. Bjão!!

      Excluir
  5. Fiz a resenha no Querida no mesmo dia acredita!?rsrs Conexão!rsrs
    Eu simplesmente amei a história! Principalmente o Beau *-*
    É uma história muito inspiradora e o final é totalmente inesperado, nunca imaginaria que seria daquela forma.
    Sua resenha ficou ótima!!!

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lari! Beau é apaixonante. Cada vez que ele era citado no livro sentia uma vontade de abraçar meu cachorro e não soltar mais.

      Bjão!!

      Excluir
  6. Olha eu por aqui de novo. Hum.. Nãosenti vomtade de ler esse livro. Para mim, parecido com outros que já li e filmes que já assistir. Mas depois vou ver se leio um capitulo, vai que apaixono e leio todo.
    Amei passar por aqui. Bjinho Diih

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena, Dil! Mas você deve ser saber que alguns autores conseguem fazer do clichê algo bem empolgante, né?
      Um Bju.

      Excluir
  7. Oi, Di

    Aiiiiiiiii, já li tanta coisa boa a respeito desse livro, mas o fato do Mark ter câncer me deixa com um pé atrás, sabe? Porque se o final for aquele fim fatídico, eu sei que vou ficar mal e que não vou querer ler por um tempo, e esse ano eu tenho um blog para atualizar! hahahahaha


    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Tam! =) Você é ótima! kkk. Mas arrisque, você supera. Apenas leia! Bju.

      Excluir
  8. Olá,
    Esse livro parece ser bacana, mas confesso que do lançamento pra cá a minha vontade de ler diminuiu horrores, sério. Mas parece ser um livro bacana.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii InÊs! O livro é um doce, não perca a oportunidade de ler, tá? Bjux.

      Excluir
  9. Oi, Diego! Tudo bem? Eu amei esse livro, tanto que até favoritei ele! haha É uma história linda e emocionante, que apesar de ser sobre um tema um tanto pesado, consegue nos proporcionar uma leitura leve e fluida. Adorei a resenha e ao contrário de você, adorei a repetição do "Essa é a mais pura verdade"! *-*

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ton! Pois é, rapaz.O autor conseguiu dar uma leveza aos fatos que convence qualquer um apensar positivo, mesmo diante de tanto caos. Não tenho nada contra a repetição, mas achei que ela deveria ser apenas um modo de falar de Mark, não algo que outros personagens pudesse dizer tbm.
      Abraço, meu querido.

      Excluir
  10. Aaaaaaaah eu sou apaixonada por esse livro!
    Ganhei ele do mesmo modo que você. Bela resenha *-*
    E bem, eu até achei interessante a repetição de Essa é a mais pura verdade, as crianças tema tendencia de reforçar suas ideias, e acho que isso caracterizou bem o Mark.
    Beijo

    http://amadoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena! O livro é um amor, não é? Impossível não gostar. A repetição foi bem aceita por mim,mas como uma expressão de Mark. Quando vi outro personagem repetir isso achei que não teve a graça que tem com o garoto. B-jão e boa leitura.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  11. Caramba, só pela resenha do livro eu fiquei apaixonada, porém morro de medo de me machucar com ele, ou de entrar em depressão profunda... pois foi quase o que me aconteceu com A Culpa é das Estrelas. Esses livros lindos, leves, mas ao mesmo tempo intensos, me fazem perder a cabeça e a história de Mark e seu cachorro me parecem bem isso. Penso eu que ainda vou tentar arriscar. hahaha

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ágata!! Eu acho- só acho! - que você deveria arriscar. Na verdade você vai se apaixonar e refletir muito. Vai será impossível não se sentir apaixonada. Vá na fé! (rs.).
      Bjux.

      Excluir
  12. Oi!!
    Já li umas boas e tantas resenhas desse livro. Tanto que, mesmo sem nunca ter lido, sinto que já conheço a estória.
    Eu achei a proposta interessante, mas nada que me faça sair correndo pra comprar um exemplar sabe.
    Mas leria sim!


    Beijos
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa! Pois bem, se pintar uma oportunidade leia! Bjão.

      Excluir
  13. Oi Diego! Já li algumas resenhas sobre esse livro! E ele sempre me parece aqueles livros simples e cativantes que nos prendem e nos levam por muito tempo, mesmo tendo partes que não agradem a todos!

    Abraços!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joanderson! Você tradução muito bom o sentimento de quem lê esse livro. É bem isso! Espero que agora, depois de ler tantas resenhas, você leia o livro também (rs.).
      Abração.

      Excluir
  14. Oi!
    Já li o livro e gostei, não achei nada sensacional mas gostei do enredo e do desenvolvimento.
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gui! É um livro leve, que retrata de maneira mais doce e com um pitada de esperança alguém que passa pelo estresse da doença. Realmente não chega a ser um 'beste-seller' (rs.), mas é muito cativante e útil,e rico em reflexões.

      Um Abraço.

      Excluir
  15. Gostei muito da sua resenha e já estou desejando o livro. A resenha já me deixou curioso para saber as respostas das perguntas que citou no post hehe

    www.princedreamer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aha!!! Então quer dizer que consegui despertar curiosidade sobre o livro? Cumpri a missão (kkk). Leia, leia, Leia, Tiago. E depois me conte o que achou.

      ;D

      Excluir
  16. Oi, Di, olha eu aqui de novo!

    Você podia ter lido a resenha de Caixa de Pássaros, bobo! Ela não tinha spoiler, eu nunca dou spoiler! ;) hahaha

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Fui lá e fiz! Ebaaa! Quero muito ler o livro.

      Excluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"