*
- Mãe, o que são esses bichinhos que ficam voando por aqui, com essa luz, quando está escuro? – perguntei a minha mãe numa noite, quando faltou energia em nosso bairro. Ela respondeu: - São bichinhos que trazem luz para a gente quando o lugar está escuro, como aqui, agora. Você gosta deles?

Há muito tempo eu conheci a definição de "vaga-lume" no contexto do diálogo que tive com minha mãe. Portanto, se esse bichinho tem a bondade de clarear nossa escuridão, a editora ática nos presenteou com uma série de livros que, com certeza, clareou a imaginação de muita gente, a partir dos anos 70, chamada Vaga-lume.


A série vaga-lume foi lançada pela editora ática, no final do ano de 1972, com a maioria de suas obras voltadas para o público infanto-juvenil, marcando assim o grandioso sucesso da editora. Inicialmente as histórias publicadas eram famosas e de escritores consagrados, no entanto, a coleção ganhou um novo formato vinte anos depois, quando os textos e os autores passaram a ser inéditos. As altas tiragens permitiram que eles fossem vendidos por preços muito baixos e as escolas adotaram suas obras para o trabalho didático com os alunos.

A coleção de livros fez – e ainda faz – muito sucesso entre os amantes de uma boa leitura sendo um marco na formação de leitores do nosso país e até fora dele. Quem apresentava o enredo das obras era um vaga-lume (fofo por sinal ) – chamado Luminoso – que usava uma boina, um par de tênis, utilizando expressões bem joviais para convidar o leitor. Obras como o A ilha perdida (Maria José Dupré), O mistério do cinco estrelas (Marcos Rey), são alguns dos maiores sucesso lançados, além de O escaravelho do diabo (Lúcia Machado de Almeida) que saiu das prateleiras e nos espera no cinema dia 17 de dezembro deste ano. O longa é dirigido por Carlos Milani, com Marcos Caruso e Jonas Bloch fazendo parte do elenco.

Eu já tive contato com alguns dos livros na época de escola, infelizmente não lembro quais, mas já estou pesquisando mais livros desse vaga-lume lindo para ler, reler e me deixar iluminar com novas idéias e sensações. Espero que tenham gostado da postagem e que ela tenha despertado lembranças lindas para quem leu e vontade de ler a quem não teve a oportunidade.

Luminoso, vaga-lume que apresentava as histórias.


Encontro vocês logo, logo.

Bjux do Dinho.


11 comentários:

  1. Oi, Diego! Tudo bem? Olha, eu não me lembro de já ter lido esses livros... Mas acho que não, nunca li mesmo! rs Mas olhando essas capas e vendo esses títulos eu fiquei bem interessado em conhecer essas obras! *-* Adorei o post! :D

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li tanto essa coleção, fez parte do meu primário e ginásio.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Já ouvi falar bastante nesses livros, mas nunca li.
    Sei que eles fizeram parte da infância de muitas pessoas. Mas não conheço as estórias a fundo.
    Mas eles parecem bem legais para as crianças. Defendo a introdução da literatura na vida das crianças o mais cedo possível!

    Beijo
    ooutroladodaraposa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Uau, amei seu blog e as publicações!
    Beijos =)
    cafecomliivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Claro que ouvi falar, esses livros fizeram parte da minha infância! Ia na biblioteca e lia todos eles, caraca, que nostalgia!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. A Coleção Vagalume é uma coleção que marcou a infância de muitas gente no período compreendido entre os anos 80 e 90. A liberdade criativa ofertada pelos editores permitiam historias como o "O Caso da Borboleta Atíria", "O Menino do Dedo Verde", "O Escaravelho do Diabo" e uma das séries mais famosas, "As Aventuras de Xisto" que, bem antes do Percy Jackson e Harry Potter, já traziam um universo de mistério, suspense e fantasia extremamente sedutores. Coleções assim são muito importantes para manter o mercado editorial brasileiro competitivo e dar empregos aos profissionais locais. Ótima resenha resgatando este mundo de histórias incríveis para as novas gerações de leitores.

    ResponderExcluir
  7. Lembro-me de ter visto alguns livros dessasérie na biblioteca da escola há alguns anos, mas não me lembro se li algum. Esse vaga-lume é uma gracinha *-*
    Amei conhecer essa série e da próxima vez que tiver oportunidade vou ler.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Diego!
    Conheço sim! hahah eu lia muito esses livrinhos quando era pequeno, tenho um aqui mas não lembro aonde ele esta. Enfim, é super legal ler eles quando criança, sempre recomendo.
    Adorei o post!
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  9. Oi, Diiiii! ♥

    Ahhhhhhhhhhhhhhhh, a coleção vagaluuuume! *------------*

    O Caso da Borboleta Atíria foi simplesmente o primeiro livro que li na vida, quando eu tinha oito aninhos!!!!!!!
    Eu tinha ele, O Mistério do Cinco Estrelas, A Ilha Perdida e O Escaravelho do Diabo, mas o cupim comeu todos eles! =/////

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  10. Eu sem duvidas nunca li eles rsrs

    www.semsorte.com

    ResponderExcluir
  11. oi Diego!
    Não me lembro dessa série, acho que não tive contato com ela, mas adorei descobrir a série atraves do seu blog! Não sei se o Luminoso me é familiar ou não, vou até perguntar aqui pra minha mãe hahah
    Beijos

    LuMartinho |Face

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"