Olá minhas pessoas lindas!
 
Eu estou aqui, outra vez, lindamente encantado com o resultado das críticas e elogios ao meu conto, na postagem anterior. Muito bom! Fico muito feliz que tenham gostado. Logo postarei mais. E por falar de encanto e críticas hoje trago para vocês a resenha de um livro escrito por uma cantora que admiro muito, de quem sou muito fã, Shania Twain. Muita gente vai dizer: - “eu odeio esse tipo de livro”; eu direi leia mesmo assim porque vale a pena! E vão dizer também: - “eu não conheço essa cantora!”; eu provarei que sim. Vem comigo.


*.*.*

Expressar as alegrias e as tristezas da minha vida através da escrita me levou a registrar o bom e o ruim de olhos bem abertos, deixando as páginas se tornarem um espelho que reflete um retrato em branco e preto.  (página11)


Shania Twain é uma cantora canadense que ganhou a fama em 1993 e alcançou o sucesso mundial com seu terceiro trabalho. Intitulado Come on over, o álbum tornou-se o mais vendido da história da música country e o disco mais vendido de uma cantora em todos os tempos. Segunda filha de cinco filhos, batizada como Eillen Regina, hoje é uma das melhores e mais importantes artistas, uma lenda da música pop e country em todo o mundo.

Ela nasceu em uma família pobre onde muitas vezes faltou o que comer. Cresceu com os irmãos num lar na zona rural, numa casa onde presenciou agressões entre os pais. Logo cedo começou a trabalhar com reflorestamento e a cantar em bares noturnos para conseguir dinheiro e comer no dia seguinte. Aos 22 anos Shania se viu obrigada a assumir a responsabilidade da casa, após a morte dos pais em um acidente de carro. Cuidar sozinha dos irmãos e trabalhar foram alguns dos desafios que ela enfrentou, além de sofrer abuso no ambiente de trabalho. Mesmo assim, Eilleen nunca perdeu a humildade e nunca se deixou levar pela fraqueza. Alcançou o sucesso que tanto sonhou, casou-se com um dos maiores produtores musicais e teve um filho. Em 2004, após a turnê do seu 4º trabalho, o CD Up, deu uma pausa no trabalho e passou por um dos momentos mais dolorosos desde a morte dos seus pais: a traição do marido e da sua melhor amiga. Esse acontecimento inesperado trouxe vários problemas à cantora que pela forte emoção teve a sua voz comprometida por uma doença que prende as cordas vocais, chamada disfonia. Foi um longo período de reconstrução e autoconhecimento, até o encontro com o grande amor de sua vida, com quem se casou em 2011.

Foi muito difícil resumir o livro em tão poucas linhas porque ele é muito rico em acontecimentos e informações. Shania, antes de ser uma artista incrível, é uma mulher batalhadora, que não mede esforços para dar o melhor de si naquilo que faz ou para quem faz. Teve uma infância traumática e ainda assim não enxerga a vida de forma negativa; passou fome e mesmo com todo mérito alcançado não perdeu a humildade. Enquanto lia o livro, pensei várias vezes o quanto ela é “humana” e consegue sempre olhar para o lado positivo das coisas e das pessoas como, por exemplo, a imagem que nutre do padrasto como um homem bom, depois das cenas de violências que o viu praticar várias vezes contra a mãe dela.

O livro foi escrito por ela mesma e contada de maneira leve, por vezes dramática, como tinha que ser, visto que existe um drama muito grande em sua história de vida. Li muito devagar com medo de acabar a leitura. Ela te prende, faz de você um amigo que está ali no sofá, sentado, esperando que ela lhe conte uma história. Isso torna o leitor mais próximo e atento. Além disse, podemos ver imagens de arquivos pessoais, o que nos leva ao passado junto a ela. Pude conhecer um lado dessa grande pessoa que eu não conhecia e que me fez admirar e me apaixonar ainda mais por ela.



Neste livro espero que o leitor sinta esse espírito de comunhão e desejo de participar de coração, rindo e se emocionando ao longo da leitura, sentindo que estamos todos juntos, em volta da mesma fogueira.(página12)

Shania Twain é uma mulher encantadora e nos mostra de maneira franca e comovente toda a sua trajetória de vida, desde a infância sofrida e a morte dos pais, até a traição da amiga e do marido. Ela nos presenteia com uma história de superação e um texto que pode servir de inspiração, sabedoria e fé para quem lê.

Lançado em 2011, From this moment on entrou para a lista de best sellers do New York Times e chegou ao Brasil em 2014, pela Editora Prata, com o Prefácio da cantora Paula Fernandes, fã declarada da canadense.

From this moment on é também título de uma das músicas de maior sucesso da Shania Twain e foi tema da novela Meu bem querer, da rede globo, em 1998. Além dessa, a cantora teve várias canções como trilha sonora das novelas Globais: The Woman in me, que está na trila de O Rei do Gado que está sendo reprisada na globo; You’re Still the one, da novela Corpo Dourado, 1997; Man! I Feel like a woman, Laços de família em 2000 e Don’t, que foi para a Novela América, em 2004.

Curtam alguns sucessos e se apaixonem.
Encontro vocês logo, logo.
Bjux do Dinho.



11 comentários:

  1. Ótima resenha e sugestão, me deixou com gostinho de quero ler, pretendo pesquisar mais sobre ela,e espero me apaixonar tanto quando o editor do blog.
    Única dúvida: Quem batia na mãe ela era o pai ou o padrasto?
    Beijos de luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ton! Que bom que sentiu interesse! É um livro muito bom e inspirador.. Sobre a sua dúvida, quem batia na mãe dela era o padrasto, qual ela nunca chamou assim, chamando sempre de pai.

      Bjão.

      Excluir
  2. Assim como a cantora a resenha está ótima, história de vida inspiradora, um excelente livro ... Parabéns !

    ResponderExcluir
  3. Uma resenha bem clara e interessante!!! Não é o tipo de livro que eu compraria e leria com perspectiva de que algo relevante para minha vida estaria presente em suas páginas, mas sem dúvida ela é uma espetacular, canta muito, é linda e poderosa né, rs. Parabéns Di, e obrigado por nos apresentar mais claramente nossa Paula Fernandes Canadense, rs. Xeru

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo! Há muita coisas nas páginas do livro que a gente traz pra vida. Tenho certeza que alguma coisa você iria trazer pra vida e se inspirar, caso fizesse a leitura.
      Sobre a Paula candense... Menos, Leo. Bem menos!!!
      =_

      Excluir
  4. Oi, Diego! Tudo bem? Até então não me lembro de ter lido alguma biografia, mas acho esse tipo de livro bem interessante. A biografia da Shania Twain me pareceu ser ótima! Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego!
    Eu ADORO a Shania, devo ter sido uma daquelas loucas que ouviu a musica dela sem parar quando era sucesso na novela!! Não sabia que a vida dela tinha sido tão dificil assim, gente, como ela foi forte!! Eu leria sim a biografia dela, uma pessoa maravilhosa! Adorei o jeito que você conseguiu resenhar o livro, porque biografias são dificílimas de resenhar!
    Beijos!

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  6. Quem nunca cantou junto "Man! I Feel Like a Woman!"? Sou fã!
    Não sabia da existência do livro e gostei muito de descobrir. Ela é uma cantora incrível, por tudo que você falou fiquei curiosa. Ainda não tive oportunidade de ler um livro nesse estilo, mas com certeza ainda lerei. Ótima resenha!

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Quem nunca cantou junto com Man! I Feel Like a Woman meesmo hahaha super concordo com o comentário ai de cima. Conheço poucas músicas da cantora, mas pelo que você descreveu na resenha, ela parece ter uma história linda e inspiradora !
    p.s.: amei demais seu layout ! Arrasou !

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  8. Oi, Di, tudo bem?

    Olha, sua resenha foi muito boa, mas, mesmo assim, não leria o livro única e exclusivamente pelo fato de eu não gostar de biografias! Mas é interessante saber que ela passou por essas coisas...a gente tende a colocar os artistas em um pedestal, pensamos que nada os atinge, e não é bem assim, né?
    Mas From This Moment On é uma música linda, e eu tenho Man! I Feel Like a Woman em uma das minhas playlists dançantes do spotify! hahahaha

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"