*Oi, gente!  
Tudo certíssimo com vocês? Estou de volta, dessa vez com uma resenha. Sei que há dias não posto alguma impressão sobre um livro aqui, porém tenho sido lento com minhas leituras por causa do tempo curto (faculdade, aula de latim, etc), o que atrasa um pouco as postagens. Mas ela está aqui! E hoje vou falar do diário de um rapaz apaixonante chamado Rafael Moreira.

Imagem retirada da internet e adaptada para o estilo do blog. 

*.*.*
Se antes os blogs com formato de vídeos – agora chamados de vlog – era algo raro de se ver nas redes, hoje virou uma febre. E no meio dessa onda de sons e imagens está o Rafael Moreira, um adolescente de 17 anos que já conta com mais de 2 milhões de seguidores no seu canal do youtube, o que lhe rendeu a conquista de lançar um livro este ano, pela Editora Novo Conceito.

O livro “Diário de um adolescente apaixonado” aborda discussões sobre diversos assuntos do nosso cotidiano que, inclusive, já foram abordados no canal do youtuber e agora podem ser lidos também. Nas páginas do livro encontramos experiências pessoais e opiniões do autor relacionadas à família, ao ciúme, a amizade, ao namoro, entre outros assuntos que fazem parte do nosso dia-a-dia. Durante a leitura é possível ver algumas imagens do Rafael, em formato de desenho, e a fonte com a qual o livro foi escrito não é nada convencional, o que deixou a obra com o aspecto de um diário mesmo.

Eu acho o Rafael Moreira um exemplo de pessoa/jovem, não só pela inteligência, mas pela maturidade com a qual encara os diversos assuntos abordados – além de ser muito carismático, etc – e pela competência com a qual defende suas opiniões. No entanto, o autor assume uma postura muito tradicional que o torna limitado demais e isso é uma das coisas que me incomodou demais no livro. Além disso, abordar temas já citados e mostrados nos vídeos do canal tornou esse trabalho um tanto repetitivo.

Eu adoro assistir ao canal do Rafa, volto a dizer, porque gosto muito do carisma do ‘garoto colírio’, porém, acredito que tudo o que foi lido cai muito bem em vídeo, com o tom doce e carismático do Rafael, mas nas páginas de um livro o efeito que me causou foi de preguiça e monotonia. Senti como se estivesse lendo um livro de auto-ajuda e quem me conhece sabe que eu não gosto nem um pouco desse tipo de leitura. 

Indico que façam a leitura, mas pelos assuntos abordados e pela possibilidade que ela dá ao leitor de refletir e discutir opiniões. Indico ainda mais o canal do youtube para quem quiser assistir e garanto que será mais interessante. Reflitam sobre os temas.



Até a próxima, pípol!
Encontro vocês logo, logo.
Bjux!

6 comentários:

  1. Eu super estou afim de ler ele. Peguei o Eu Fico Loko, mas não chegou ainda... Adorei a resenha! <3
    Abs - Pedro Ramos
    www.digapedro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da sua resenha, da sua opinião. Achei bem sincera.
    Confesso que tenho um pouquinho de preguiça as vezes desse tipo de livro, que acaba sendo mais do mesmo pra quem acompanha... Não é uma leitura que eu tenho vontade de ir atrás pra ler, mas se aparecer, por que não? rs

    Bjs
    *.*

    O que disse, Alice? - www.oquedissealice.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Confesso que esse tipo de livro não me atrai mt, acho que estou ficando velha! hahhaaha
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bem?
    Fiquei muita animada para fazer a leitura desse livro.
    Parabéns pela resenha.
    Boas leituras e beijinhos de Espanha! :)
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"