Para ler e assistir
#Resenha

_____♥_____ 
É fato que todo mundo – se não a maioria das pessoas - já leu ou, no mínimo, ouviu falar no livro “A culpa é das estrelas”, do autor John Green. A história (ou seria estória?) de Hazel Grace e Augustus Waters, dois adolescentes que se conhecem num grupo de apoio para crianças com câncer, agora, além das páginas do livro, pode ser conferida nos telões de cinema. 

Depois que a personagem Hazel passa a fazer parte do grupo de apoio para pessoas com câncer, a garota conhece o encantador Augustus, mais conhecido como Gus, e passa a ir além dos limites de tudo o que o câncer provavelmente tornaria limitado a eles. Com personagens engraçados, cheios de vontade de viver e aproveitar o curto ‘infinito’ que a doença impõe, o leitor vai encontrar, em algumas páginas, uma narrativa complicada – é interessante ler com atenção! – mas que merece uma leitura detalhada pela riqueza que carrega em suas entrelinhas.
Agora se você leu o livro e imaginou cada detalhe dos personagens envolvidos na trama, poderá comparar o desenho que criou de Hazel e Gus, projetados nos atores Shailene Woodley (Hazel Lancaster) e Ansel Elgort (Augusto Waters), na adaptação de ‘A culpa é das estrelas’ nos telões de todo o país – e MUNDO, claro! O longa-metragem estreou no dia 05 de junho de 2014 e ainda emociona os telespectadores que lotam as salas de cinemas de todo o Brasil. Foi a adaptação que mais se aproximou de uma obra original nos últimos anos.
 Ainda que haja cenas que tornam o filme um pouco cansativo, não é o suficiente para dizer que não é bom. Porque É!  A interpretação dos atores merece palmas. Eles foram fiéis à personalidade de seus personagens até o fim: a graça, o sarcasmo e o humor do Gus muito bem representado por Ansel; a inteligência, a maneira racional com que Hazel vê as coisas, o discurso também inteligente e cheio de verdade da personagem foi muito bem exposto por Shailene.
Quem assistiu ao filme UMA PROVA DE AMOR, estrelado por Cameron Dias e Abigail Breslin, como personagens principais, em 2009, poderá fazer comparações com ACED (A culpa é das estrelas, sigla dada pelos leitores ao livro). Ambos tem a temática do câncer, uma das  protagonistas do filme tem câncer desde muito nova e ambas vivem uma belíssima história de amor. Mais semelhanças não podem ser citadas porque isso vai gerar 'spoilers'.

A minha indicação para a leitura do livro e para que vocês assistam ao filme (aconselho a ordem LIVRO - FILME) é CLARA! Você aprenderá a levar os problemas da vida e encará-la como aquele velho clichê ‘CarpeDiem’. Afinal, existem vários infinitos e ‘alguns infinitos são maiores que outros.’ O.K?!




“Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros… Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.” (Hazel Grace)

Título Original: The Fault In our stars
Ano: 2012/2014

2014 © Diego França


6 comentários:

  1. Oie Diego,
    amei seu blog. O layout é lindo.
    Quem nunca leu ACEDE? alguém que certamente está perdendo, e muito!! Esse livro ficou entre meus favoritos da vida.
    Não vejo a hora de assistir ao filme. É até um pecado ainda não ter assistido.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  2. Sabe que quando li o livro, pensei que nunca ia me emocionar tanto quando olhasse o filme. Mas a atuação principalmente do Ansel me deixou muito ligada na história, e lá foi a Paola chorar 16 litros hahahahaha

    Beijos,
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Um dos livros mais emocionantes que li nos últimos tempos.
    Sabe aquele drama que te cativa - mesmo parecendo clichê - e te surpreende?! Pois é.

    Excelente! Beijão

    ResponderExcluir
  4. Sobre A culpa é das estrelas, prefiro não opinar profundamente porque não li o livro e nem vi o filme...o farei com mais calma depois que passar essa avalanche toda (Se passar rsrs) o fato é que uma pessoa soltou um spolier tamanho avalanche em uma conversa e fiquei deveras desanimada para conhecer a história a fundo...mas vou, tenho que conhecer algum dia. kkk
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  5. Quero muito assirtir a esse filme :'(... "A Culpa é das Estrelas foi o primeiro livro da minha pequena estante. Adoro ele, achei lindo. Beijos :)
    minhasecretapoesia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"