16.7.11

Doce amargo
De repente a vida que era doce, num sabor esplendoroso, começa a ressurgir. A doçura do bolo que atingia o ápice do bom gosto em dias passados voltou ao meu paladar, no presente. O que eu não sabia é que esse chocolate quente que acompanhava aquele bolo de imagem bela e instigante possuía, agora, também, um gosto amargo.

Copyright © 2011- Diego França – Todos os direitos reservados

Imagem retirada do blog “Era uma vez”(rute-eraumavez.blogspot.com)

7 comentários:

  1. Muitas coisas se tornam amargas, amigo, eu mesma tenho tido na boca o gosto do próprio fel!
    COntudo, tudo passa...graças a Deus passa!
    Beijos, amor!

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse jogo de palavras, palavras dentistas mas ao mesmo tempo inseparáveis ! DOCE E O AMARGO!

    PARABÉNS !!

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo seu blog queridão! Realmente.. o doce e o amargo andam juntos muitas vezes..

    ResponderExcluir
  4. Um dos textos que eu mais gostei. Percebo nele, um jogo de figuras que acabam por representar as diversas faces da vida. Muito bom!

    ResponderExcluir
  5. A vida é cheia de momentos doces e amargos...

    Espero que no fim, sejam mais momentos doces no total... =)

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o seu blog, o jogo de ideias entre doce e amargo trazem significados que representam os acontecimentos da vida. Parabéns pelo seu trabalho

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"