23.5.11

"Espera"

  Uma vez ou outra olhava pela janela. Dias de sol ou chuva. O cheiro de folhas verdes ou terra molhada aromatizando o lugar. Enquanto eu amanheci e vivi mais um dia como outro qualquer, minha mãe me chamava para o chá da manhã. Eu acordava frio, entediado e sentimental. Gostaria de estar diferente e não sentir tanto a vontade de sentir o cheiro das flores.
     Mais uma vez olhei pela janela. Continuei a preencher o tempo assim me perguntando até quando. Não conseguia sair dali. Era uma paisagem bela e eu gostava! Queria que a minha procura fosse como ela, quando eu pedia "Por favor", quando eu pedia "Atenção" e sonhava com alguma emoção diferente.
    Nas noites, a mesma coisa; olhava para fora e agora via estrelas naquele lugar distante. Apenas estrelas, ninguém mais! Então, fechei as portas e voltei a fabricar sonhos e imaginar quando você chegaria.
    Quando o dia amanheceu e eu, enfim, abri os meus olhos, senti um abraço forte! Era primavera e você também gostava da paisagem e assim, me realizando todos os desejos num simples gesto, soube decifrar os meus segredos mais profundos e eu pude perceber; o amor que eu tanto esperei estava ali e eu somente não havia percebido!

Copyright © 2009 - Diego França - Todos os direitos reservados.

0 comentários:

Postar um comentário

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"